A saúde municipal tem sido pauta recorrente de cobrança dos parlamentares da Câmara de Montes Claros, que estão preocupados com o que classificam como “descaso” o que a população tem enfrentado.

O vereador Rodrigo Cadeirante (REDE) destaca a necessidade de contratação de motorista para a ambulância que está parada há oito meses na comunidade de Aparecida do Mundo Novo. “Há quatro meses o distrito não recebe atendimento médico, sendo assistida apenas por enfermeiros e dentistas”, afirma.

Para o vereador Dr. Valdivino (PMDB), o retorno da Clínica dos Servidores se faz de fundamental importância, tendo em vista que os servidores estão sendo prejudicados devido à falta de atendimento nas unidades de saúde do município, o que resulta na perda do dia de trabalho.

Já o parlamentar Dr. Marlon (PTC) chama a atenção para a diminuição na entrega de Tiras Reagentes de Glicose oferecidas pelo município.

“Na gestão anterior eram distribuídas 100 lancetas por mês, o que possibilitava ao usuário medir a glicose até três vezes ao dia. Neste ano, estão sendo encaminhadas apenas 50 lancetas. É preciso que se retorne à assistência efetiva a esta parcela da população”, cobra o parlamentar.

O NORTE entrou em contato com a Secretaria de Saúde do município em busca de uma posição sobre o assunto, contudo, a reportagem foi informada que a pessoa que poderia responder não tinha condições de atender à demanda.