A Câmara Municipal de Montes Claros, em parceria com a Associação Mineira de Câmaras Municipais (AMCM); a Associação dos Municípios Mineiros da Sudene e a seção mineira da Associação Brasileira de Ouvidores (Amomg) realizam, na próxima quinta-feira, às 14h, debate sobre os benefícios das políticas de transparência, acesso à informação e ouvidoria.

Entre os palestrantes, o especialista em Tecnologia de Informação Jonathan Carneiro, o procurador de Justiça de Minas Gerais Mário Flávio Brandão e o doutor em direito público Gustavo Costa Nassif.

Os eixos temáticos passarão pelas leis de transparência, de acesso à informação e de proteção ao usuário do serviço público na perspectiva social, legal e operacional.

“A discussão mostra não só a obrigatoriedade de implantar esse sistema, mas a necessidade de conectar os dois lados: governantes e sociedade. Além de mostrar como a tecnologia tem sido parceira desse processo de participação. Acredito que essa cooperação e diálogo são necessários para uma gestão eficiente. É um projeto em que todos ganham”, diz Gustavo Costa Nassif.

Jonathan Carneiro também ressalta que a adesão de portais de transparência e a criação de ouvidorias na gestão pública permite atender de forma literal os órgãos de controle e dão visibilidade ao trabalho realizado. “Isso proporciona ao cidadão a possibilidade de acompanhamento dos dados, mostra o empenho da gestão”, diz.

O especialista Tecnologia de Informação ainda explica que o acesso aos dados depende da boa atuação do gestor público, bem como do conhecimento sobre o assunto de modo que elas sejam usadas de forma clara, sucinta e objetiva em todos os procedimentos administrativos. 
 
CIDADANIA
“É feita a capacitação dos gestores com o intuito de defender a cidadania e transparência, para que eles saibam como buscar dados e responder as solicitações da sociedade”, comenta. O encontro é aberto ao público e para quem deseja participar basta comparecer à rua Urbino Viana, 600, no bairro Vila Guilhermina.