Ninho petista

Preto no Branco / 05/06/2018 - 01h41

Faltando pouco mais de um mês para o início das convenções partidárias (de 20 de julho a 5 de agosto), o PT de Minas já admite mudança na escolha da chapa majoritária. A movimentação neste sentido se deve as recentes pesquisas demonstrando dificuldade de reeleição de Fernando Pimentel. Para tentar mudar o quadro, as principais lideranças da agremiação, em especial os deputados, querem que o nome para sucedê-lo seja da ex-presidente Dilma Rousseff, que abriria mão de disputar uma vaga no Senado, facilitando articulação com outras agremiações.

Patrus Ananias
Pelo menos até prove ao contrário, um dos nomes no ninho petistas em condições de ser o escolhido para disputar o Governo de Minas seria o deputado federal, Patrus Ananias, bem avaliado quando foi prefeito de Belo Horizonte (1992), e ministro do Desenvolvimento Social no Governo Lula de 2004 até 2010. Aliás, poderia ser aproveitado tanto na disputa estadual como presidencial. Vale lembrar que ele é um dos ex-ministros petista que até agora não apresentaram provas concretas de envolvimento nas operações deflagradas pela Polícia Federal, a exemplo do Mensalão e da Lava-jato.
 
Greve na educação
Coordenadores do Sind-Ute se reúnem hoje com trabalhadores da saúde e eletricitários para propor unificação da greve no Estado. A principal reivindicação é o fim do parcelamento do salário e a volta do pagamento no 5º dia útil. Em congresso realizado de quinta-feira (31) a domingo (3), foi aprovada a greve a ser deflagrada na próxima segunda-feira (11).
 
Número de eleitores
Na última quinta-feira o TSE, de acordo o calendário eleitoral, divulgou na internet o quantitativo de eleitores por município, para fins do cálculo do limite de gastos e do número de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal para prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais.
 
Reforma Tributária
O presidente da Câmara de Dirigentes Logistas de Montes Claros, Ernandes Ferreira (Batata), informou que com o apoio da Confederação e Federação das CDL, será deflagrada em todo o país campanha pela Reforma Tributária. Segundo ele a classe não suporta mais tanto imposto e o momento é propício para dar vazão ao movimento.
 
Sucessão Mineira
Dentro do PSB surgiu na manhã de ontem a informação de que hoje (5), o partido poderá manifestar sobre o posicionamento na sucessão mineira. O certo é que o ex-prefeito Márcio Lacerda, principal liderança da agremiação, já deixou claro que não quer disputar vaga no Senado e que não tem interesse de ser candidato na chapa de Pimentel. Isto somente acontecerá ser houver entendimento em nível nacional. A única certeza até agora é que no Estado o PSB está mais próximo do PDT e do PROS

Publicidade
Publicidade
Comentários