Mudança no Comando

Preto no Branco / 09/11/2017 - 01h24

Infelizmente o Norte de Minas vive a incerteza da indicação no início do ano da direção do 4º Comando Operacional de Bombeiros, com sede em Montes Claros. Desprestigiado como sempre, nos primeiros meses de 2018, assistirá a instituição ser comandada pelo coronel Silvane Givisiez, que continuará respondendo pelo 5º Comando, com sede em Governador Valadares e pela nossa região. Para complicar ainda mais a situação, quatro coronéis, incluindo o de Montes Claros Primo Lara, entram para o quadro de reserva neste final de ano (aposenta) e a promoção de tenente-coronel, depende da "canetada" do Governo do Estado que tem procurado protelar tais decisão para diminuir custos dentro da corporação.


PEC da Federal
A coluna já havia antecipado de que os deputados não estavam dispostos a criar um quarto poder, votando favorável a PEC 412 que da autonomia a Polícia Federal. A posição da maioria dos parlamentares, foi reforçada com a decisão do Conselho Superior do Ministério Público Federal que por unanimidade uma comunicação oficial à CCJ da Câmara pela rejeição da Proposta. Entre os argumentos está o de que afetará o controle externo da atividade policial exercido constitucionalmente pelo MP, assim como o exercício da supervisão da investigação criminal realizada pelo órgãos na qualidade de titular privativo da ação penal. Entendem ser um risco, colocar num patamar onde as ações serem definidas de modo interno.


Divida do Cisrun
Não se trata de nenhuma critica, o certo é que informação que chega a coluna dá conta de que o Cisrun Macro Norte (Samu Regional), com sede em Montes Claros, está hoje com uma dívida em torno de R$ 7 milhões. Evidentemente, acreditamos que a direção do consórcio tem uma explicação para as dívidas. Entretanto, seria necessário que todas estas informações estivessem no portal da transparência, já que é uma exigência da Lei. Aliás, o espaço está aberto para qualquer tipo de explicação, ou justificativa por parte da direção do Cisrun.


Novo Frigorífico
O grupo Maísa, empresa genuinamente montes-clarense, acaba de inaugurar seu novo frigorífico na vizinha cidade de Glaucilândia. Até dois meses atrás, os abates de suínos eram feitos no frigorífico de Montes Claros, no bairro Edgar Pereira e que foi desativado. Vale lembrar que o novo abatedouro tem capacidade para 300 animais/dia, mas neste primeiro momento estão sendo abatido 120 animais. Aliás, trata-se da primeira empresa de Glaucilândia


Congresso
Nesta quinta e sexta-feira (9/10), a 11ª subseção da OAB em Montes Claros, realiza em sua sede no bairro Ibituruna, Congresso de Direito Trabalhista, com a participação de jurista renomado em todo país. Juízes e promotores, fazem parte da equipe de debatedores. O evento é aberto ao público mediante inscrição.


Zé Aparecido
Apesar de não ter sido comentado pela imprensa, vale o registro do Leilão promovido pelo Sindicato Rural de Janaúba, através do presidente Zé Aparecido Mendes, cujo objetivo foi à ajuda as famílias das vítimas da tragédia ocorrida na Creche Gente Inocente. Tal iniciativa deveria ser uma prática comum entre outros setores da sociedade e, neste caso, especialmente da comunidade de janaúba. O assunto não pode cair na vala do esquecimento.

Publicidade
Publicidade
Comentários