Mais imposto

Preto no Branco / 04/01/2018 - 01h22

No Brasil a forma que os nossos governantes encontraram para pagar as contas, na maioria das vezes fruto de má administração, é recorrer ao aumento da carga tributária. Minas Gerais não foge a regra e, ao contrário de promessas de campanha, o governador Fernando Pimentel conseguiu elevar ainda mais os impostos. Enquanto comemorávamos a virada do ano o Governo aumentou de 29% para 31% a alíquota de ICMS sobre a gasolina e de 14% para 16% do imposto sobre o etanol. Aliás, na eleição deste ano, Pimentel terá que explicar porque no Estado a gasolina, a energia e a água são as mais caras do país e porque não cumpriu a promessa de campanha de diminuir os valores cobrados.

Mais investimentos
A empresa MRV empreendimentos está anunciando dobrar seu investimento em Minas Gerais e inclusive em Montes Claros, que terá o terceiro maior investimento do Estado. A previsão é de gastar no atual exercício R$ 900 milhões, com a construção de 8.934 unidades (casas). Deste total, será construída na região metropolitana de Belo Horizonte 5.338 residências, 1.708 no Triângulo Mineiro e 1.708 em Montes Claros.
 
Federal em MOC
A administração do prefeito Humberto Souto (PPS) tem encontrado dificuldade para manifestar em torno do candidato a deputado federal. A tentativa tem sido a de convencer um dos nomes do grupo a ocupar o espaço de forma a polarizar o voto do eleitor com a deputada Raquel Muniz (PSD) que disputa a reeleição. Vale lembrar que deve surgir outras candidaturas, a exemplo do presidente da Câmara Cláudio Prates (PTB), que deve buscar faixa própria.
 
Negociação de Guedes
Vários leitores encaminharam e-mail a coluna querendo saber porque da dobradinha do deputado Paulo Guedes, que disputará uma cadeira na Câmara Federal, com o ex-deputado Virgílio Guimarães (PT), que disputará uma cadeira na Assembleia Legislativa. A informação é de que o entendimento foi feito com o enteado de Virgílio, deputado Gabriel Guimarães (PT), que desistiu de buscar a reeleição. Para garantir exclusividade nas dobradinha no Norte de Minas, Gabriel transferiu para Guedes a responsabilidade de indicar o destino de suas emendas neste ano de 2018.
 
Invasões
Levantamento feito pela secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Montes Claros dá conta de que na área de preservação do Parque Guimarães Rosa, existe 65mil metros quadrados que foram griladas e que responde por 103 invasões. Em reunião com o Ministério Público ficou acertado de que a prefeitura entrará com processo individual (103 processos), o que permitirá maior agilidade no julgamento. Vale lembrar que na relação consta empresários, servidores públicos municipais, estaduais e federais, pessoas ligadas á área de segurança e também da justiça.
 
Busca de acordo
Antes de entrar na justiça com processo contra os invasores de área no Parque Guimarães Rosa, o setor jurídico da prefeitura de Montes Claros, pretende chamar todos os envolvidos para um acordo.Caso não consigam, será formalizado o processo com a consequente divulgação do nome do envolvido, que poderá inclusive ter que pagar aluguel por uso indevido da área. Aliás, a invasão de terrenos públicos em Montes Claros já virou uma rotina.

Publicidade
Publicidade
Comentários