Henrique Meirelles

Preto no Branco / 12/08/2017 - 00h30

O médico e militar Pávilo Miranda, que é ligado ao PSB, informou à coluna que esteve na semana passada com o Ministro Henrique Meirelles e este teria aceito o convite de visitar Montes Claros, só não definindo data. É fato que enquanto não forem votadas as reformas ele dificilmente deixará a capital federal. Se a visita acontecer será somente no final do ano, ou no início do próximo.
 
IMA
Prefeitura e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) assinam na próxima semana acordo de cooperação. Pelo decreto do Executivo, o instituto ficará responsável pela fiscalização dos locais de abate de suinos e bovinos, enquanto que a prefeitura cuidará dos locais de abate de aves e dos laticínios.
 
Tiririca
O humorista e deputado federal Tiririca (PR-SP), vem ao Norte de Minas nos três primeiros dias de setembro para apresentação artística. Ele estará em Pirapora no dia 1º, em Montes Claros no dia 2 e em Janaúba no dia 3. Em Montes Claros, será um show beneficente em favor do Cajan, conhecido como Centro de Atendimento Javaneci, cujo trabalho é destinado principalmente a usuários de droga. Os recursos arrecadados serão empregados tanto na construção da entidade como na sua manutenção.
 
Novela Copasa
O diretor da Copasa, Roberto Botelho, informou a coluna que a ordem de serviço para o início das obras de implantação de adutora no rio Pacuí acontecerá ainda este mês. Segundo ele, parte do material, a exemplo de parte da tubulação, já se encontra em Montes Claros. Vale lembrar que o objetivo da obra é trazer água do referido rio para atender parte da população do município.
 
Dívida rural
A coluna recebeu de produtores de Coração de Jesus, denúncia de que a agência do Banco do Brasil naquele município não está respeitando a recente resolução que permite a negociação da dívida rural. Os produtores que procuram a instituição financeira recebe do gerente a informação de que não tem conhecimento da determinação. Aliás, este tipo de problema tem sido verificado em várias cidades da região.
 
Polícia Rodoviária
Ainda não foi concretizado na prática o convênio feito entre a Polícia Militar de Meio Ambiente e Trânsito e a Polícia Rodoviária Federal. Pelo acordo, a PM assumiria a estrutura da PRF na BR-135 e a PRF iria para a BR-251, onde funcionava o posto da Receita Estadual. É que o local foi depredado, com vidraças quebradas, sujeira por toda parte e até agora ninguém assumiu a responsabilidade pela reforma. Aliás, os policiais rodoviários federais continuam no prédio da BR-135.
 
Relacionamento
Pelo andar da carruagem, a dificuldade que o prefeito vem encontrando não é financeira, como tem pregado por sua assessoria de imprensa. Na prática, o seu principal problema é de relacionamento com os servidores, principalmente efetivos. Como não existe um diálogo franco entre as partes, o trabalho não tem fluído dentro do esperado. Pelo menos é o que temos escutado nos três andares do paço municipal.

 

 

 

Publicidade
Publicidade
Comentários