Eleição 2018

Preto no Branco / 28/12/2017 - 00h59

Daqui até as eleições é evidente que vários dos projetos políticos que estão sendo anunciados não serão sustentados por uma série de razões que demandaria uma análise mais profunda. E é justamente por isso, que a análise é feita do quadro de momento, não sendo possível prever um resultado ou entendimento futuro. O que podemos analisar são as pesquisas de intenção de voto e o seu desdobramento futuro, principalmente se tivermos em mãos os levantamentos na quantitativa e qualitativa. Mesmo não tendo estes dados em mãos é possível afirmar que várias das candidaturas que estão sendo anunciadas na região não conseguirão sobreviver até as convenções.

Intenção de voto
Agora mesmo foi divulgado nas redes sociais pesquisa de intenção de voto que teria sido elaborada pela Multidados Pesquisas Ltda, realizada entre 7 e 11 deste mês. Na prática, para o momento, os números não trazem nenhuma novidade, já que na prateleira de cima aparece os pré-candidatos que já há algum tempo estão com os nomes expostos na mídia, a exemplo de Lula, Bolsonaro e Alkiim, na disputa presidencial, bem como, Fernando Pimentel (PT), Aécio Neves (PSDB) e Dinis Pinheiro (PP), na disputa pelo Governo de Minas. Na corrida ao Senado acontece a mesma coisa. Aparece o nome de Josué Alencar (PMDB) e Aécio Neves. Resumindo: uma leitura fiel só será possível começar a analisar após as convenções, quando todas candidaturas estiverem definidas.
 
Alto Rio Pardo
Lideranças políticas do Alto Rio Pardo estão tentando articular o lançamento de uma candidatura a deputado federal daquela região. Pela andar da carruagem fica evidente de que não será desta vez que conseguirão emplacar a proposta. Diante dos fatos, a expectativa é de que pelo menos seja realizado um trabalho visando conscientizar o eleitor a importância de escolher um nome ligado ao Norte de Minas. Por outro lado, se não apresentarem um nome na disputa federal, é certo de que terão candidato a deputado estadual. Ontem o empresário Carlito Arruda, até então filiado no PMDB, comentou que vai enfrentar as urnas no próximo ano como candidato a deputado estadual. É praticamente certo de que não será pelo ninho peemedebista. A definição do partido deve acontecer até o final de março.
 
Sudene
Enquanto a região do Norte de Minas briga para contar com uma atenção melhor da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado analisa Projeto de Lei de autoria do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) que pede a inclusão de municípios do norte e do noroeste do estado do Rio de Janeiro na área de atuação do órgão e nos benefícios do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). O mais sensato seria criar um novo órgãos nos mesmos moldes. Agora, transferir o estado do Rio de Janeiro para o Nordeste é no mínimo piada de mal gosto.
 
Recesso
Oficialmente a Câmara de Montes Claros entra em recesso a partir desta segunda-feira, só retomando as reuniões de plenário no dia 20 de janeiro. Neste período estarão de plantão o presidente da Câmara, Cláudio Prates (PTB), Ildeu Maia (PP) e Idelfonso da Saúde (PMDB), sendo que os gabinetes funcionarão normalmente das 7 às 19 horas.

Publicidade
Publicidade
Comentários