Visita de Lula

Plenarinho / 28/10/2017 - 01h05

O ex-presidente Lula passou por Montes Claros com a sua caravana, que vem percorrendo os principais estados brasileiros. Em entrevista à imprensa, ele confirmou que vai enfrentar as urnas no ano que vem e ao ser oficializado como candidato pela executiva deverá apresentar um plano de governo que tem como um dos pontos principais revogar uma série de medidas tomadas pelo presidente Temer.

 
Visita de Lula II
Sobre candidaturas de pessoas que não são políticas, mas, sim, nomes artísticos, ele foi enfático: “Todo mundo tem direito de ser candidato, mas precisa ter partido político e não ser aventureiro” e foi mais além ao dizer que o PT é a única sigla que tem cara e nunca mudou. Sobre Dilma ele, disse que a candidatura dela ao Senado não tem confirmação oficial, pois ela nunca comentou com ele sobre isto.
 
Estresse
A médica Ariadna Janice, do corpo de professores da Unimontes e também servidora do Município, há muitos anos vem realizando pesquisa de campo para aferir como anda o bem-estar da população. Na área médica, por exemplo, os dados colhidos são surpreendentes, ou seja, quase 100% dos profissionais da cidade estão com o nível de estresse bastante alto. Talvez aí esteja a explicação pela frequente queda de rendimento e desentendimento com os pacientes, dentre outros sintomas que representam a Síndrome de Bournout. A hora é de tratamento.
 
Crise
A reclamação é geral. Motorista de táxi que sempre trabalha no aeroporto Mário Ribeiro da Silveira, em depoimento a este articulista, afirma que a crise no trabalho tem sido intensa e que o local não tem mais atrativos para boas corridas. Os voos estão sendo alterados e adiados diariamente e ninguém sabe mais como recorrer. “Os ubers estão nos matando e não estamos tirando o dinheiro das despesas”, desabafou.
 
Previdência
Ventos que sopram de Brasília confirmam que os deputados não querem mais votar nenhum projeto polêmico até o período das eleições. Acham que já tiveram muito trabalhado para não aceitarem as duas denúncias contra o presidente e que de agora para frente ninguém quer ficar ao lado de Temer, pois o desgaste já está no patamar de 90%%. Vixe.
 
Senado
Por onde passa, o ex-prefeito de Montes Claros Ruy Muniz tem sido assediado e questionado sobre a sua candidatura ao Senado. Tranquilo, ele argumenta que tudo vai passar por decisão partidária, e que vai estar sempre à disposição da executiva estadual. Também o caminho que Marcio Lacerda, ex-prefeito de BH, seguir, vai em muito influenciar na decisão. “Não ficarei de fora do processo eleitoral, isto é certo”, argumenta.

Publicidade
Publicidade
Comentários