Saudades

Plenarinho / 14/09/2018 - 06h35

A cidade vai se desenvolvendo, progredindo, crescendo como queiram e os homens que a habitam vão perdendo as referências, ficando distantes e não dá tempo para olhar no olhar do outro para compreendê-lo, trocar uma palavra de carinho, conforto etc. Nestas semanas, duas perdas que deixam marcas profundas em nosso meio social. Partiram Egídio Medeiros e Elisângela Santos. Ele, anarquista social, ex-diretor do Centro Cultural, de uma inteligência rara e conhecedor da gastronomia nacional. Ela, fotógrafa de talento, mãe, empreendedora e de uma beleza rara em todos os sentidos. Sentimentos e solidariedade aos familiares.
 
Derrota
O núcleo político do prefeito Humberto Souto deverá repensar a sua relação com os vereadores da base. Agora mesmo, o Executivo sofre derrota em plenário da Câmara Municipal quando os vereadores montes-clarenses derrubaram o veto ao projeto que definia a Lei de Diretrizes do Orçamento. O resultado da votação garante a execução das emendas impositivas e ainda abre um sério risco de provocar a cassação de qualquer prefeito que deixar de cumprir essas emendas. Humberto Souto tem quatro meses para aplicar aproximadamente R$ 10 milhões nas obras e projetos dos edis neste ano.
 
Revitalizando
A prefeitura está anunciando o início das obras de revitalização de duas praças da cidade: Wanderley Fagundes e Honorato Alves, que fica em frente à Santa Casa de Montes Claros. E a Wanderley Fagundes, do bairro Todos os Santos. As duas passam por uma estruturação e reforma, tendo como objetivo melhorar o ambiente para a população que frequenta o local. Seria interessante que a Praça da Matriz entrasse também na agenda do prefeito, pois é o mais lindo cartão-postal da cidade e está abandonada. Ficaria interessante ter início agora, para que no final de ano receba ornamentação de alto nível como sempre ocorria em festividades natalinas.
 
Fenics
Na noite de ontem teve início no Parque de Exposições João Alencar Athayde mais uma edição da Fenics. Um evento que há 23 anos teve início pelas mãos do saudoso Wellington Pereira Lima e de Fernando Deusdará, que tomou rumos de empreendedorismo reunindo expositores, lideranças, parceiros e imprensa, com direito a palco e espaço gourmet. Serão quatro dias de intensos negócios entre pequenas, médias e grandes empresas, em um ambiente único de networking, com palestras durante o dia e os estandes abertos à visitação das 18h à meia-noite. A feira projeta no mercado pelo menos R$ 100 milhões em negócios.

Publicidade
Publicidade
Comentários