Complicando

Plenarinho / 08/02/2018 - 01h00

Cada vez mais vai se complicando a vida das pessoas que têm contas a acertar com a Justiça. Agora mesmo a Primeira Turma do STF, em julgamento, não acatou o recurso da defesa do deputado federal João Rodrigues (PSD-SC), que pretendia revisar a condenação do parlamentar pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), decretada em 2009, por fraude e dispensa de licitação. Por 3 a 2, a turma decretou o cumprimento imediato da pena de cinco anos e três meses de detenção, em regime semiaberto. Na votação do recurso especial, o voto do ministro Luiz Fux, relator, foi vencido integralmente, e o de Marco Aurélio Mello, parcialmente.

Complicando II
Foi no julgamento do parlamentar que o ministro Alexandre de Moraes afirmou seu posicionamento favorável à execução provisória de pena após condenação em Segunda instância. Com o recurso especial não reconhecido pela maioria da turma, Luis Roberto Barroso levantou a questão da necessidade de decretar a prisão de Rodrigues, vez que o caso estava para prescrever – posição acompanhada pelos ministros Luiz Fux e Moraes. Ministros Marco Aurélio Mello e Rosa Weber foram votos vencidos. A decisão vai direto ao encontro de quem já foi condenado em Primeira Instância e que recorreu contra a Pena.
 
Composição
Já havia adiantado que um grande acordo poderia estar ocorrendo em Minas em torno das eleições para governo do Estado. Fernando Pimentel participa das negociações e estaria conversando com o PMDB e o próprio PSB. Na região, o ex-prefeito Marcio Lacerda preferiu ficar calado ao ser questionado a respeito do assunto, bem como figuras conhecidas do PMDB. Em jogo a cabeça de chapa e uma das vagas para o senado federal.
 
Andrey Souza
É preciso registrar o belo trabalho do jovem professor Andrey Souza à frente do Montes Claros Vôley. Ele tem conseguido manter o time na Superliga através de patrocínios de peso. Agora mesmo algumas emendas serão liberadas e sempre com a contrapartida do município. 
 
Pertence
A defesa do ex-presidente Lula ganhou um bom reforço nesta reta final: são 12 dias para se defender do julgamento do recurso contra a condenação imposta por Sérgio Moro. O ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence, experiente criminalista, considerado um dos maiores especialistas em processo penal do Brasil, aceitou o convite de Cristiano Zanin Martins, responsável até aqui pela defesa de Lula. Segundo fontes do PT, o reforço contou com o aval do próprio Lula.
 
Crise
Esteve na região o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) e secretário-geral da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Minas Gerais (Fettrominas), Ronaldo Batista de Morais. Reuniu-se com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Montes Claros e do Norte de Minas, Antônio Roberto Guedes, para discutir a situação caótica dos trabalhadores do setor e a Reforma Trabalhista. 

Publicidade
Publicidade
Comentários