Codevasf

Plenarinho / 01/11/2017 - 01h15

A visita do presidente da Codevasf, Avelino Neiva, ao Norte de Minas, foi realmente proveitosa. Segundo a deputada federal Raquel Muniz, anfitriã daquela liderança, haverá uma liberação de R$ 127 milhões para o projeto de construção da barragem de Jequitaí, a maior demanda regional. Destes, R$ 50 milhões serão destinados imediatamente para o processo de licenciamento ambiental e desapropriação e retirada de famílias. Os outros R$ 77 milhões restantes serão incluídos no orçamento.

 
Uber
Os motoristas ligados ao sistema de transportes Uber fizeram manifestação na tarde de ontem na Praça dos Jatobás. Na oportunidade, demonstravam revolta com uma possível votação contrária a uma lei que iria a votação durante o dia de ontem. A situação é de pressão aos políticos que hoje estão sendo também pressionados pelos taxistas que querem os mesmos longe do mercado.
 
Guerra
Como se sabe, a guerra travada entre táxis e aplicativos ganha novo capítulo a cada dia que passa. O Senado deveria votar ontem um projeto de lei que cria uma série de exigências para o Uber, Cabify e outros serviços de transporte de passageiros. O texto estabelece aos condutores algumas regras impostas a taxistas, como vistorias periódicas e placa diferenciada, além de ficha limpa do condutor e licença específica. A mudança promete acabar com a concorrência desleal alegada por taxistas e até oferecer um pouco mais de segurança para o cliente. Mas a aprovação também pode trazer impactos para o usuário, acostumado a um serviço mais barato e, muitas vezes, com melhor qualidade. O temor é o de que as novas exigências encareçam o serviço.
 
Reintegração 
Ao longo de 25 anos a decisão foi adiada. Invasores de terrenos na zona sul da cidade perderam a causa na Justiça e agora a prefeitura, orientada pelo Ministério Público, está atuando no sentido de reintegrar a posse dos mesmos, sendo a maioria de prioridade do município e alguns do governo federal. O secretário Paulo Ribeiro, em contato com este jornalista, afirma que a lei é para todos e que tem certeza que muitos que ali estão vão ter que negociar.
 
Reintegração II
Um dos maiores problemas a serem enfrentados é na região do Morada do Sol, onde muitos dos que estão em terrenos ilegalmente é o grau de parentesco com políticos, nível sócio econômico mais alto , além de outras influências. Mas o MP não quer saber de nada, a não ser cobrar da prefeitura ações para legalizar o quadro.
 
Aécio 
Acostumado aos holofotes da grande imprensa e o assédio de líderes políticos, o senador Aécio Neves vive seu calvário, mas reage procurando espaços. Ainda Fragilizado com as investigações da Lava Jato, aposta na política regional para tentar garantir um mandato nas eleições do próximo ano e dedicará as próximas semanas à reestruturação do partido em Minas. O recolhimento antecede a convenção regional do PSDB que, em 11 de novembro, escolherá os presidentes estaduais do partido. 

Publicidade
Publicidade
Comentários