Major Gracielle: medalha de Mérito de Defesa Civil

Magnus Medeiros / 07/02/2018 - 04h22

Major Gracielle Rodrigues Santos, comandante da 11ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito da Polícia Militar, recebeu no dia 1° de fevereiro, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, a medalha de Mérito de Defesa Civil do Estado de Minas Gerais, a maior comenda daquela instituição para distinguir, anualmente, personalidades e instituições que tenham prestado relevantes serviços à comunidade em assuntos de Defesa Civil. Major Gracielle vem se destacando no quadro da nossa gloriosa Polícia Militar de Minas Gerais, com brilhante atuação, competência e seriedade em todas as suas atividades. Com satisfação e orgulho, a homenageada foi nossa aluna – ainda menina – no Colégio Tiradentes. Nosso destaque especial e nossos cumprimentos por mais esse reconhecimento do seu magnânimo trabalho.

O significado das bananas
Um amigo meu resolveu passar algumas semanas em um mosteiro do Nepal. Certa tarde entrou num dos muitos templos da região, e encontrou um monge sorrindo, sentado no altar. - Por que o senhor sorri? - quis saber. - Porque entendo o significado das bananas. Dito isso abriu a bolsa que carregava, tirando de dentro uma banana podre. - Esta é a vida que passou e não foi aproveitada no momento certo; agora é tarde demais. Em seguida, tirou da bolsa uma banana ainda verde, mostrou-a, e tornou a guardá-la. - Esta é a vida que ainda não aconteceu, é preciso esperar o momento certo. Finalmente, tirou uma banana madura descascou-a, e dividiu-a com meu amigo. - Esta é a vida no momento presente. Alimente-se com ele, e viva-o sem medo e sem culpa. (Paulo Coelho)

Etiqueta
Um lance incômodo em festas é dos convidados fazendo filas imensas nas mesas de bufê, empatando o escoar regular do serviço quando falta uma iguaria cara. É engraçadíssimo! Basta um daqueles panelões com camarão ficar vazio para a fila empacar, ninguém segue adiante, mesmo tendo, além do camarão, uma oferta sempre generosa de acepipes. Fica cômica, uma fila inteira parada porque o convidado da ponta espera que o panelão de camarão seja refeito. Essa falta de “touché” fica tragicômica porque, pela roupa da mulher ou pelo terno do homem a impressão é que camarão na casa deles é igual a pescoço de galinha em casa de pobre. De leve.

Aprendendo
Encantamento: Forma Positiva. O não provoca arrepios. Ninguém o ama, ninguém o quer. Por isso a forma positiva ganha banda de música e tapete vermelho. A regra é dizer o que é, não o que não é. Não ser pontual é ser impontual. Não lembrar é esquecer. Não assistir à aula é faltar à aula. Não duvidar é ter certeza. Não fazer mudanças na equipe é manter a equipe.

FIGURAS E FATOS

Estilista montes-clarense brilhando na Dinamarca
Diferentemente da maioria dos estudantes de moda das faculdades brasileiras mais conceituadas no Brasil, Felipe Coelho teve um background técnico que fez toda a diferença quando chegou ao bacharelado. Na cidade em que nasceu, Montes Claros, ele freqüentou um curso de dois meses de modelagem e costura. “Eu gostava tanto daquilo e me dedicava tanto que, depois de um tempo, já ajudava meu professor a resolver as dúvidas de outras alunas por lá”, relembra de suas colegas de sala, em sua maioria, mulheres mais velhas. Foi só depois disso que ele passou no vestibular no Senac e se mudou para São Paulo sem nunca imaginar que, depois de tudo, ia parar na Dinamarca. Depois de fazer um intercâmbio na School of Design and Technology de Copenhagen, Felipe continuou se destacando e foi escolhido para representar a instituição em uma competição, a Designer’s Nest. Decidiu fazer tudo do zero e entrar com uma coleção 100% nova. Aos 23 anos, ele acaba de lançar a sua própria marca. Mais um montes-clarense de sucesso no exterior. Vale o registro.
 
A centenária cachaça
Segundo a Confraria Paulista de Cachaça, a caipirinha está completando um século em 2018. E seria mais uma criação de São Paulo, supostamente surgida na cidade de Piracicaba.
 
Feirinha do São José
A cada quinta-feira, a partir das 17h30, na Praça Flamarion Wanderley do bairro São José, cresce o número de pessoas que escolheram aquele local para suas compras de verduras sem agrotóxicos. O movimento é intenso e todos satisfeitos com a qualidade dos produtos oferecidos. Confiram. 

Big Brother Brasil
A 18ª edição do “Big Brother Brasil” nem bem começou e logo reapareceram as mensagens de protesto nas redes sociais. A mais famosa e repetida é: “Desligue a TV e vá ler um livro”. O filósofo Renato Janine Ribeiro fez o contrário: correu ao Facebook para pedir votos em apoio a uma das candidatas da edição, a cientista política Mara Telles, professora da UFMG- militante política com perfil claramente de esquerda. O pedido não surtiu efeito. A participante foi a primeira eliminada do programa.
 
Profissionais da TV
Os telejornais da cidade têm revelado jovens repórteres e, muitos deles, devido ao seu grande valor profissional alçaram vôos mais altos para a capital e outras importantes cidades mineiras. Atualmente, duas jovens repórteres vêm brilhando intensamente, graças a desinibição, simpatia e excelente português em suas reportagens. São elas, Suzana Siega e Ana Cláudia Mendes, da InterTV, que têm totais condições de brilhar em qualquer emissora de TV. Vale o registro especial.
 
30 anos do SUS
O Sistema Único de Saúde (SUS), uma das maiores conquistas da sociedade brasileira, está completando 30 anos. O modelo, que teve início junto com a redemocratização do país e já foi referência para vários países, tem princípios bastante ousados: integralidade, universalidade e equidade. Em tese, isso significa que todos os brasileiros têm direito a tudo em saúde, a qualquer tempo e de forma igualitária, sem discriminação. Uma reflexão profunda é necessária para que possamos corrigir os erros, continuar apostando nos acertos e tomar decisões que ajudem a melhorar a assistência à saúde dos brasileiros.

Campanha da Fraternidade
Contra violência, Campanha da Fraternidade 2018 será aberta na Quarta-Feira de Cinzas: “Vós são todos irmãos (Mt23,8). Com o tema “Fraternidade e a superação da violência”, a igreja proclama que a violência é um mal, é inaceitável como solução para os problemas e não é digna do homem”. A violência é mentira que se opõe à verdade da nossa fé, à verdade da nossa humanidade. A violência destrói o que ambiciona defender: a dignidade, a vida, a liberdade dos seres humanos. Um convite a todos os homens e mulheres de boa vontade para percorrer o caminho da superação da violência crescente em todos os níveis. Violência de morte, abuso de poder, de descarte da pessoa, de quebra de relações de confiança, de degradação da família, de ganância e corrupção, de marginalização da infância e da adolescência.
 
Terminando
Não me lembro mais qual foi nosso começo. Sei que não começamos pelo começo. Já era amor antes de ser. (Clarice Lispector) 

Publicidade
Publicidade
Comentários