Souto e as rescisões

JJ em Dose Dupla / 13/04/2018 - 00h04

Após discurso inflamado do vereador tucano Edmilson Magalhães, na semana passada, criticando secretários e chamando o Ministério Público para alguns casos de prestação de contas da Prefé, o prefeito Souto mais uma vez ordenou que fossem pagos mais servidores que foram demitidos em dezembro de 2016. Desta vez, foram liberados ordem de pagamentos para os ex-diretores de escola e os ex-vice-diretores.

Só no porrete?
Toda vez que há uma esculhambação ou por parte da mídia ou de vereadores, pinga algum pagamento na folha dos sofridos cargos comissionados sem receber. Esperamos que agora o restante dos ex-funcionários demitidos recebam aquilo que têm direito. E por falar em prefeitura de Montes Claros, nesta sexta feira, ela receberá o valor liquido de R$ 1.893.975,68 do Fundo dos Municípios.
 
Cobranças na Saúde
O vereador do PTC Dr. Marlon Xavier continua cobrando da Secretaria da Saúde, que não tem fornecido os materiais necessários para aplicação da insulina e para o monitoração da glicemia capilar, denunciando o descumprimento da lei 11.347/2006 e desrespeitando o direito à saúde.
 
Saúde no CTI
Não é só o vereador Marlon Xavier que tem feito cobranças na Saúde. Vereadores da bancada da situação também não têm poupado na tribuna da Câmara a secretária Dulce Pimenta.
 
Assessores ruins
Entre ouvidos no Café Galo: qualquer assessoria política ruim demoniza e desmorona qualquer político. E por falar em assessoria ruim, estamos sabendo que brevemente um deputado local pretende trocar a sua tropa quase toda. Motivo: incompetência. Em ano de eleições ainda tem assessor querendo blindar candidato e deixá-los inacessíveis à população.
 
Onda paraquedista
Os maus assessores da classe política no geral, alguns por não terem inteligência, não perceberam ainda o jogo dos candidatos paraquedistas. A nova jogada agora dos mesmos é lançar lideranças locais com potencial de 2 a 3 mil votos e bancá-las, para fazer dobradinhas com os mesmos de fora, tirando as possibilidades de vários daqueles que trabalham pela região de serem eleitos. Temos casos de federais de fora lançando candidatos aqui também a federais para tirar votos daqueles que têm trabalho e possibilidades maiores. Malandramente o jogo dos paraquedistas está mudando e todos precisam ficar atentos.

Publicidade
Publicidade
Comentários