Nelson Rodrigues no sertão: Bel Lôpo será a dama do lotação

JJ em Dose Dupla / 05/04/2018 - 16h07

Certa vez o saudoso ator, cantor, compositor e multimídia Eltomar Santoro Jr. declarou à coluna: Nelson Rodrigues não passa de Curvelo, lembrando que o mais polêmico teatrólogo brasileiro escandalizaria a sociedade norte-mineira. Quarenta anos depois de ser o maior recordista de bilheteria da história do cinema nacional, “A Dama do Lotação”, famosa coletânea de crônicas picantes de Nelson Rodrigues, que fez sucesso no saudoso jornal “Última Hora”, de Samuel Wainer, chegará aos palcos na versão teatral, que homenageará aquele que para muitos foi um gênio e para outros um escritor maldito. A adaptação da comédia de costumes de JJ já está pronta e terá a estrela Isabel Lôpo encarnando o sensual personagem, que em 1978 foi interpretado por Sônia Braga no cinema. Lançada no teatro pelo jornalista e dramaturgo Reginauro Silva, Lôpo traz na bagagem 10 espetáculos teatrais e performances, além de ter ganhado prêmios no cinema no Festival de Guaíba (RS) com o curta “Além das Nossas Janelas”, em 2015. A atriz montes-clarense, que conquistou três troféus imprensa como melhor em sua categoria, no ano passado brilhou no filme nacional “A menina que vendia barcos”, ao lado do ator Marcos Breda e também foi aluna, no Rio, do famoso diretor Cécil Thiré. Em 2017, ela também fez algumas aparições no Pânico na TV e vários documentários. Na última segunda, ela topou o desafio de encenar este espetáculo rodrigueano, que deverá estrear em julho na mostra de teatro do Norte de Minas, com a companhia Montes Clareou e grande elenco.

AS QUENTES DA POLÍTICA

Souto e as mudanças
Dois secretários devem deixar a administração de Souto nos próximos dias. O primeiro a abandonar a embarcação do palácio da Cula Mangabeira é Cory Ribeiro, que há vários meses vem pedindo para sair. O outro nome cogitado é o do secretário de Meio Ambiente, Paulo Ribeiro.

Baixas na administração
O secretário Paulo Ribeiro, que defende as cores do partido da estrela solitária (PT), teria sido convidado para assumir um cargo no governo Pimentel. Onde há fumaça, há fogo. A aproximação de Ribeiro com o deputado Tadeuzinho teria turbinado o convite.

Gil Pereira
Há um mês confirmamos nesta coluna que o deputado Gil Pereira não seria candidato à Câmara Federal, a notícia teria sido plantada pelos assessores dos estaduais, de olho no seu mandiocal. Agora com a confirmação, a disputa pela Assembleia será das mais empolgantes. O dinâmico presidente da Amams, Zé Reis mantém sua candidatura na disputa mineira. Ele e a dra. Ariadna Muniz têm chances reais de serem as boas surpresas nas urnas este ano. Pelo menos essa é a bolsa de apostas nos pontos dos fuxicos políticos.

Depois das brigas
A política sempre foi a arte do diálogo. Resta saber se o eterno rival do pai de Tadeuzinho, Paulo Ribeiro, teria feito as pazes depois de décadas com o ex-prefeito Tadeu Leite, pois ambos não se sentavam a mesma mesa. Mas é fato que o sobrinho de Darcy Ribeiro e o filho de Tadeuzão vem tabelando bem antes da audiência pública realizada por eles para resolver os problemas da Lagoa Interlagos. É o jogo do poder!

EM SOCIEDADE TUDO SE SABE

Joias musicais
Luiz Carlos, colecionador de joias musicais da MPB e que há 60 anos garimpa os maiores sucessos da música, vem sendo requisitadíssimo com seus CDs. Uma grande opção para presentes é o selo Bis, trazendo sucessos daquele artista que você adora e sem contar a simpatia inigualável e leve de Luiz, figura querida em todas as rodas.

Manoel Freitas
O consagrado jornalista e fotógrafo Manoel Freitas realizará uma belíssima exposição de fotografias, de 9 a 13 de abril, intitulada O Povo Xacriabá, o maior grupo étnico de Minas. O grande acontecimento cultural vai sacudir e abalar a Cidade Administrativa na Região Metropolitana de BH, pois Manoel tem talento de sobra e vai impactar.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários