Cheques clonados e rupturas no teto ‘desmoronam’ Câmara Municipal

JJ em Dose Dupla / 08/02/2018 - 00h39

O ano começou com inferno astral para a Câmara Municipal de Montes Claros. A denúncia sobre os três cheques clonados no Legislativo provocou um bombardeio do vereador Oliveira Lêga para cima do presidente da Casa, Cláudio Prates. A verdade é que alguns vereadores se sentiram traídos e assustados com o escândalo, vez que o fato ocorrido há cerca de 45 dias foi mantido em sigilo pelo presidente, convincente em suas explicações, mas que errou juntamente com sua assessoria ao não convocar a imprensa e manter o sigilo para alguns vereadores durante mais de um mês. A presidência comeu mosca ao não registrar inicialmente a ocorrência, o que gerou desconfiança e deu sopa para os seus adversários na Câmara. Prates precisa virar esse jogo, mas pecou no seu primeiro ano ao trocar a experiência de bons funcionários da Casa por contratação de assessores amadores da política. Mal assessorado, com as chuvas fortes de verão, viu seu teto quase desabar. Em 2017, ele ameaçou uma auditoria contra o ex-presidente Silveira para apurar porque os tetos dos gabinetes ameaçam vir abaixo durante os temporais, mas posteriormente se calou. Acreditamos na sua seriedade, mas a hora é de ação. Ele tem a seu dispor um bom time de profissionais de carreira, mas pode contar nos dedos os bons que ele levou para lá. Nos próximos dias tem que espantar essa onda. Ou muda o jogo ou o seu barco poderá afundar.

AS QUENTES DA POLÍTICA

Souto e Collor
Esquentou novamente o namoro político entre o “honestinho” e o ex-presidente Collor de Mello, cassado em 1992. O ‘ex-caçador de marajás’, que posteriormente se atolou em corrupções, já pensa em lançar em Minas, no mês de março, a sua campanha a presidente. Segundo informações do palácio da Cula, Souto, seu eterno defensor, já não atende mais os telefones dos presidenciáveis Cristovão Buarque e Bolsonaro.

Buracolândia
Com os mais de 250mm da abençoada chuva que caiu na terrinha do pequi, aumentou consideravelmente a ‘buracolândia de Souto’, que bate recordes de crateras. A pergunta que continua não querendo calar: por que a prefé pressiona tanto a população para pagar o IPTU, ameaçando punições severas, se não usa o dinheiro do povo para tapar os buracos?

Reunião e pressão
Uma série de acontecimentos desagradáveis e problemas internos que vão além da questão dos cheques clonados gerou uma reunião interna dos vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros com o presidente do Legislativo, Cláudio Prates. Os vereadores, na sua maioria, se mostram insatisfeitos com o andamento de vários problemas internos. Segundo informações obtidas pela coluna, cabeças poderão rolar.

Raquel Muniz
A deputada federal Raquel Muniz, campeã de emendas no Norte de Minas, terá o apoio em sua reeleição do prefeito de Francisco Sá Mário Osvaldo Casasanta. Ela foi a deputada mineira que mais jogou emendas no antigo brejo das almas e ajudou sobremaneira a turbinar a grande administração do prefeito do PT naquela cidade. Os deputados Paulo Guedes e Niltinho Cardoso que almejam votação expressiva nesta cidade, estão disparadamente longe da lista dos benefícios levados por ela para aquele município.

EM SOCIEDADE TUDO SE SABE

Vips de Minas
E no fim de março teremos mais uma edição da nossa supernoite de Vips de Minas e Celebridades, com a entrega do diploma Dr. Pedro Santos, ex-prefeito que marcou época, médico do povo e guardião dos humildes. Vamos destacar nesta promoção os nomes que fizeram história nos 161 anos da terrinha de JJ.

Ressaca da folia
Em substituição ao nosso pré-Carnaval, realizaremos no próximo dia 24 a grande Ressaca da Folia, com atrações diversas e a presença de blocos caricatos de Montes Claros, escolas de sambas e blocos da região. Na próxima semana daremos todos os detalhes.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários