Winklevoss bilionários

Redação Tech / 07/12/2017 - 10h07

Os gêmeos norte-americanos Tyler e Cameron Winklevoss ganharam notoriedade em 2010 por processarem Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, por ter roubado a ideia da rede social deles. Eles chegaram a ganhar cerca de US$ 65 milhões da empresa e investiram uma parte dessa quantia, US$ 11 milhões, na moeda virtual bitcoin em 2013. Passados quatro anos, eles se tornaram um dos poucos bilionários com a criptomoeda, segundo estimativas de veículos internacionais.
Para quem não sabe, bitcoin é uma moeda digital que surgiu em 2009. Em vez de haver uma instituição financeira por trás, todas as transações são feitas de uma pessoa para a outra, sem intermediários. 

Todas as operações são regidas pelo blockchain (cadeia de blocos), um algoritmo que evita, por exemplo, que uma moeda seja gasta por duas pessoas distintas - lembre-se: trata-se de uma moeda virtual, então existem códigos que evitem duplicações de operações.

Segundo o “The Telegraph”, os irmãos Winklevoss nunca venderam os seus bitcoins, e que eles fazem parte de um seleto grupo de pessoas - a maioria investidores pioneiros - que somam US$ 1 bilhão da criptomoeda.

Os 10+ no Twitter
Dois assuntos nada semelhantes dominaram o topo das interações de brasileiro no Twitter em 2017: o Rock in Rio e a Lava-Jato. 

A lista oficial das hashtags mais usadas neste ano no país tem o festival musical em primeiro lugar, enquanto a operação judicial aparece na segunda posição. O top 5 ainda é composto por Neymar, a Copa Libertadores 2017 e a #bbmas, que faz referência ao prêmio. 

O universo musical é, segundo o Twitter, o assunto mais falado globalmente, aparecendo também com quatro termos entre os dez mais citados na lista brasileira. Veja abaixo a lista completa das hashtags mais comentadas no Brasil:
#RockinRio, #LavaJato, #neymarjr, #libertadores2017, #bbmas, #mpn, #CamilaCabello, #PablloVittar, #BBB17, #GameofThrones

Recorde da moeda
A moeda acaba de ultrapassar a barreira dos US$ 12 mil e estabelece um novo valor histórico. Segundo o índice de preço do CoinDesk, a moeda começou o dia ontem valendo exatamente US$ 12.201,67.

O último aumento de 4% (ou cerca de US$ 500) resultou em uma capitalização do mercado de bitcoin de mais de US$ 200 bilhões pela primeira vez na história. Nesta semana, os gêmeos Winklevoss se tornaram os primeiros bilionários do bitcoin, com um patrimônio líquido de mais de US$ 1 bilhão acumulado em criptomoedas.

Mesmo depois de uma queda significativa na semana passada, que fez o valor do bitcoin despencar cerca de 20% em um único dia, a moeda indica que novos recordes podem ser batidos em breve e deixa todo mundo de olhos atentos aos gráficos. E você, o que pensa sobre a moeda virtual? 

 

 

Publicidade
Publicidade
Comentários