Melhora em breve

Editorial / 07/02/2018 - 06h52

O medo de quem circula constantemente pela BR–135, a principal rodovia do Norte de Minas, e a angústia de familiares de milhares de trabalhadores que precisam utilizar a rodovia diariamente estão perto do fim. A abertura dos envelopes do processo de concessão da rodovia, e de outras estradas de acesso, apontou a Ecorodovias como a melhor proposta. A empresa ofereceu R$ 2,06 bilhões para assumir o controle da estrada por 30 anos. 

É bom destacar que serão investidos, desse montante, cerca de R$ 1,8 bilhão somente em melhorias como recuperação, ampliação e duplicação de alguns trechos.

A empresa vencedora já é responsável por gerenciar o tráfego em algumas das mais importantes rodovias do país, como o sistema Anchieta-Imigrantes, em São Paulo, e a ponte Rio-Niterói. Experiência para fazer um bom trabalho não faltará. 

Além disso, as obras vão movimentar a economia da região por alguns anos, garantindo um aporte de recursos interessante em tempos de crise. 

Muita gente pode questionar o fato de ter que pagar para circular na rodovia, mas essa é uma das estradas mais importantes do país e precisa estar constantemente sob cuidados. E serão feitos investimentos visando a segurança de motoristas e pedestres. Se você quiser saber o quanto isso é importante, pergunte a quem perdeu alguma pessoa querida em algum acidente. 

A economia do Norte de Minas merece ter uma rodovia digna ligando a região aos maiores centros econômicos do país. A esperança é que, com os investimentos, as perdas de vidas e materiais sejam bastante reduzidas. 

As obras vão movimentar a economia da região por alguns anos, garantindo um aporte de recursos interessante em tempos de crise 

Publicidade
Publicidade
Comentários