Servidores

Direto de Brasília / 07/12/2017 - 01h41

O Congresso Nacional realizou, nessa quarta-feira, sessão solene para a promulgar a Emenda Constitucional 98, que permite às pessoas que tenham mantido qualquer tipo de relação de trabalho com os ex-territórios de Roraima e do Amapá optarem pelo quadro em extinção do governo federal, se esse vínculo ocorreu entre a data de sua transformação em estado (outubro de 1988) e outubro de 1993. A emenda é originária da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 199/16, aprovada na terça-feira (28) pela Câmara dos Deputados.

 
Desmonte
Durante a reunião da Comissão Geral no Plenário da Câmara, na última terça-feira, representantes de trabalhadores de bancos públicos criticaram a reestruturação pela qual os bancos públicos vêm passando. Eles classificaram o processo de “desmonte” com consequências negativas para a população. De acordo com o presidente da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, Reinaldo Fujimoto, o banco aposentou cerca de 10 mil pessoas nos últimos meses e fechou 500 agências. Segundo ele, isso deixou os trabalhadores rurais, por exemplo, sem assistência.
 
Roger Waters em Brasília
O músico Roger Waters, fundador do Pink Floyd, que está com a turnê ‘Us+Them’ marcada para o Brasil, passará em outubro do próximo ano por Brasília. A agenda também inclui shows em São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre. Ainda não existem informações sobre preços ou classificação indicativa para as apresentações.
 
Sem visibilidade
Nesta terça-feira, o Aeroporto de Brasília operou por instrumentos por causa da chuva. Segundo a Inframérica, que administra o terminal, isso não gerou atraso ou cancelamento em voos. O voo por instrumentos ocorre quando a visibilidade da pista de aeronaves está baixa e é necessário que equipamentos de bordo e solo sejam acionados. A condição não impede que pousos ou decolagens aconteçam. 
 
Trabalho escravo
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou na quarta-feira o Projeto de Lei 7946/17 do deputado Roberto de Lucena (PV-SP), que cancela a inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de empresa culpada, administrativa ou judicialmente, por uso de trabalho escravo ou análogo ao escravo. Empresas que adquirirem, com conhecimento do fato, produtos oriundos da exploração de trabalho escravo também terão a mesma pena, segundo a proposta

Publicidade
Publicidade
Comentários