Dia D contra a gripe

Direto de Brasília / 13/05/2018 - 05h58

Postos de saúde em todo o país funcionam neste sábado para o Dia D de mobilização contra a gripe. Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários contra três vírus do tipo influenza, incluindo o H1N1 e o H3N2.

 

Indícios de crime tributário

A Receita Federal montou grupo com auditores fiscais especializados para investigar cerca de 800 agentes públicos de Legislativo, Executivo e Judiciário suspeitos de terem cometido fraudes tributárias. O objetivo é mapear, até o fim do mês, cerca de 50 agentes públicos – como parlamentares, chefes de governo, juízes, procuradores – como alvos de novas investigações de possíveis crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e ocultação de bens. Em vez de atuar a pedido de outras instituições, a Receita vai fazer suas próprias apurações. Caso encontre indícios de crime fora do campo tributário, encaminhará o caso para o Ministério Público e a Polícia Federal.

 

Apoio a Meirelles

Sem apoio, o presidente Michel Temer confirmou a aliados próximos que não disputará a eleição presidencial e sinalizou que atuará nos bastidores pela candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

 

Instâncias inferiores

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para instâncias inferiores mais seis processos contra deputados e senadores que tramitavam em seu gabinete. Barroso aplicou novamente seu próprio entendimento de que só devem permanecer no STF processos contra deputados e senadores que tratem de suspeitas de crimes cometidos durante e em função do mandato. Na semana passada, tal entendimento foi aprovado pelo plenário da Corte.

Desde que o Supremo decidiu restringir o foro privilegiado de parlamentares, pelo menos 57 processos foram remetidos para instâncias inferiores, a maioria para o primeiro grau de jurisdição. 

 

Reforma trabalhista

Meio ano após a implantação da reforma trabalhista, os resultados das mudanças ainda não são suficientes para uma análise profunda sobre os impactos gerados aos trabalhadores brasileiros. Entre os defensores das novas medidas, o principal triunfo foi a redução do número de ações trabalhistas no período, dado questionado pelos críticos da reforma.

Publicidade
Publicidade
Comentários