Disputa no Senado

Conversa Inteligente / 19/02/2018 - 20h26

A pré-candidatura do médico, educador e empreendedor de sucesso Ruy Muniz passa por uma nova fase no processo de articulação dos prováveis nomes que disputarão as duas vagas para o Senado em Minas. Popular na sua região (Norte de Minas), ele tem como desafio agora consolidar uma base sólida (apoios) para ratificar a meta de conquistar uma cadeira de senador. Conhecido como um homem visionário e de grandes projetos nas áreas de educação e saúde, terá mais um grande desafio na guerra política por espaço no Senado.

Perdeu forças
Quem anda sumido do processo político de Montes Claros é o ex-prefeito Athos Avelino. Citado como um nome forte no início da atual administração municipal, seu nome aos poucos vem sendo ofuscado, perdendo força na construção de uma candidatura para 2018.
 
Ninguém voa
Ninguém consegue crescer debaixo das asas do prefeito Humberto Souto (PPS). O exemplo é o vice-prefeito Adauto Marques que, segundo os correligionários, já deveria ter chutado o balde há muito tempo. 
 
Energia eólica
O Brasil ultrapassou o Canadá no ranking mundial de capacidade instalada de energia eólica em 2017, passando a ocupar a oitava posição, de acordo com levantamento feito pelo Global World Energy Council (GWEC) e divulgado pela Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica).
 
Troca-troca
Depois do Carnaval a política se volta para o troca-troca de partido que vai acontecer durante a abertura da janela partidária, em março deste ano. De olho na eleição políticos buscam agora trocar de legenda.
 
Sem mudança
Tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei (PL 8546/17) da deputada Maria do Rosário (PT-RS) que proíbe os partidos políticos de mudarem de nome ou sigla após o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), salvo nos casos de fusão ou incorporação partidária.

“Nenhum vencedor acredita no acaso”.
Friedrich Nietzsche

Publicidade
Publicidade
Comentários