Rombo na Previdência

Coluna Esplanada / 09/06/2018 - 06h14

Os regimes de previdência (Geral, dos Servidores Públicos e Pensões de Militares) terão saldo negativo de mais de R$ 288 bilhões em 2019. A previsão consta no parecer preliminar da Lei Orçamentária relatada pelo senador Dalírio Beber (PSDB-SC). No texto, o senador aponta as renúncias tributárias como um dos motivos para a estimativa do rombo previdenciário. Serão mais de R$ 303 bilhões que deixarão de ser arrecadados ano que vem por conta de incentivos como o Simples Nacional. 

Mistério no MP
O MP do Rio denunciou os administradores da Refinaria de Manguinhos de 2015 e 2017 por suposto não recolhimento integral de ICMS desse período. 
 
Cadê?
Questionada, a Refinaria informou desconhece a existência do processo, mas sendo intimida esclarecerá os fatos narrados na denúncia. 
 
PT na oração
Ciro Gomes (PDT) afirma “descartar” apenas o MDB do presidente Temer e diz que “acende uma vela” todos os dias para fechar coligação com o PSB. 
 
1 mi x 1 bi
Dois braços de um mesmo setor estão em pé de guerra. Os lobistas para a legalização dos bingos (a grande maioria de brasileiros) não aceitam só a aprovação dos cassinos na legislação - projeto que ganha força na Lei Geral do Turismo. O investimento na abertura de um bingo pequeno custa por volta de R$ 1 milhão. O cassino-resort não sai por menos de R$ 1 bilhão - que virão pelas mãos de americanos, espanhóis e chineses.
 
Tá anotado..
O pré-candidato ao Planalto Ciro Gomes (PDT) diz que, se eleito, irá corrigir a tabela do Imposto de Renda nos seis primeiros meses: “A redistribuição de alíquotas é muito injusta; cobra muito mais de quem pode pagar menos e muito menos de quem pode pagar mais”. A defasagem da correção da tabela, já mostrou a Coluna, chega a 95%.

Fortuna$
Inexpressivo nas pesquisas para o Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), se diz contrário à taxação de grandes fortunas. “Outros países já implementaram isso e recuaram. Não sou a favor porque nós vamos perder brasileiros com renda para outros países”. 
 
Renda 
O democrata, por outro lado, defende taxar mais a renda e menos o consumo, reduzir as alíquotas das pessoas jurídicas e reorganizar o sistema tributário. “Porque hoje, com o mundo globalizado, quando se tributa demais de um lado perdem-se os pagadores”.
 
Ecos da pista
Representantes da indústria pressionam o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para tentar derrubar a Tabela de Preços Mínimos de Frete editada pela A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). 
 
Buzina de alerta
O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Cezar Müller, afirma que o setor está “na iminência de paralisar a produção” pois, segundo ele, “além dos valores exorbitantes, o tabelamento é uma desastrosa intervenção na economia do País”. 
 
Espólio
Com pesquisa interna e não divulgada, o PT tem a certeza de que a vereadora Marília Arraes, prima do falecido Eduardo Campos, passa o governador Paulo Câmara (num cenário para o Senado) e empata com Armando Neto na disputa para a Casa Alta. 

Publicidade
Publicidade
Comentários