Retrato do momento

Coluna Esplanada / 01/02/2018 - 20h46

No “retrato do momento”, o Governo está distante dos 308 votos necessários para aprovar a reforma da Previdência em fevereiro. A avaliação é do diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, que enumera três pontos que indicam a dificuldade do Planalto em mobilizar a base aliada na Câmara. Segundo Queiroz, os parlamentares estão “muito desgastados” devido à aprovação de projetos impopulares em 2017; os diversos incentivos fiscais, em meio à crise, confirmam que o “contingenciamento de recursos é mentira” e, principalmente, a proximidade das eleições.

Derrota iminente
À Coluna, Queiroz aponta que, diante do cenário de derrota iminente, o mais provável é que o Governo adie a votação da PEC da Previdência. 
 
Nitroglicerina 
Avançaram as tratativas do acordo de delação premiada do ex-ministro presidiário Geddel Vieira Lima com a Procuradoria-Geral da República. Vem bomba aí. 
 
Algoz 
O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, chamado de “algoz de Geddel”, se reuniu com o presidente do PPS, deputado Roberto Freire, e praticamente sacramentou sua filiação ao partido para disputar a deputado federal nas eleições. Foi depois de denúncia de Calero – de interferência de Geddel para liberar uma obra em Salvador – que o ex-ministro despencou do Palácio do Planalto para o presídio da Papuda. 
 
Probabilidade 
A consultoria de análise política e econômica Eurasia prevê em mais de 70% a probabilidade de o ex-presidente Lula estar fora da disputa para a Presidência nas eleições de outubro. 
 
Indicativo 
A Eurasia sinalizou para o mercado que a rejeição do habeas corpus – para que o ex-presidente Lula não seja preso – , pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), reforça o indicativo de naufrágio da candidatura do petista. 
 
Pouco caso
A Comissão de Ética Pública da Presidência fez pouco caso da representação de servidores públicos contra o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB-RS).
 
Chantagem 
O assunto sequer entrou em pauta na reunião do colegiado na segunda-feira, 29. O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) acionou a Comissão após Marun afirmar que o Governo condicionaria a liberação de recursos ao apoio de governadores à reforma da Previdência.
 
Como está 
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, confirma que todos os ministérios que ficarem vagos – após os titulares saírem para disputar as eleições – permanecerão sob o comando dos partidos que já chefiam as pastas. 
 
Sucessor 
Blairo, inclusive, indicou seu o sucessor no MAPA ao presidente Temer durante recente viagem a Davos, na Suíça.
 
Samba, Salomão 
O poeta Jorge Salomão será o padrinho da primeira feijoada de Carnaval da Associação dos Embaixadores do Rio, sábado, no Sofitel de Ipanema. O homenageado comemora 50 anos de carreira. 

Publicidade
Publicidade
Comentários