PM barra vigília do PT

Coluna Esplanada / 04/04/2018 - 00h00

A inteligência do governo do Distrito Federal teve acesso a um áudio distribuído aos militantes do PT pelo ex-ministro Gilberto Carvalho – ao qual a coluna teve acesso – e barrou uma vigília em que esperavam 20 mil pessoas pró-Lula, em frente ao STF, onde será julgado hoje o mérito do habeas corpus pedido pelo ex-presidente. Prevendo tumulto, a Secretaria de Segurança reuniu representantes do PT, PM, Detran e movimentos pró e contra o petista, e delimitou o espaço de cada um. 

Campo minado
Esplanada dos Ministérios será toda fechada hoje, mas se tornará um campo minado em cada canto. Policiais legislativos, federais, civis e PMs estarão na pista.
 
Tudo fechado
Hoje e quinta, o acesso à praça dos Três Poderes estará fechado para pedestres. Estuda-se barrar o tráfego de veículos. Não haverá muro de tapumes como em 2016.
 
No seu quadrado
A turma pró-Lula ficará concentrada em frente ao Teatro Nacional e a contra o petista, no pátio do Museu da República. Será permitido apenas um carro de som para cada.
 
Reforço
O clima pode esquentar durante o dia, porque cerca de 10 mil ruralistas – a grande maioria contra Lula – sairão de evento do Ginásio Nilson Nelson em marcha à Esplanada
 
Dever de Casa 
O presidente Michel Temer determinou a todos os ministros ainda titulares que façam minucioso levantamento sobre programas, investimentos e ações antes de deixarem os comandos das pastas nos próximos dias. 
 
Legado Temista 
A intenção de Temer é usar o balanço como bandeira de “legado” dele ou de outro nome que irá encabeçar a candidatura do Planalto nas eleições de outubro. Em busca de popularidade, o governo irá propagandear estatísticas de programas da área social, como Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida.
 
Bateu saudade
O ex-procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro e ex-deputado Antônio Carlos Biscaia sentiu saudade. Vai se candidatar a deputado federal. Foi convidado por três legendas e escolherá o partido até sexta.
 
Sobradinho sobrou
O contingenciamento de recursos orçamentários para a educação atinge em cheio o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília. A primeira unidade – campus Avançado Sobradinho – foi fechada após recente portaria de desativação assinada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho.
 
Memória do boletim
O Instituto Federal de Brasília foi criado pelo ex-presidente Lula da Silva com oferta de cursos técnicos e de graduação gratuitos, em diversas modalidades e áreas de atuação. É bancado com recursos do governo federal que foram reduzidos de R$ 43 milhões em 2014 para R$ 22 milhões em 2017.
 
Lá e cá
O ex-presidente José Sarney embarca com a mulher, dona Marli, para Nova York. Ela vai fazer uma cirurgia. Mas o velho cacique ficará com um olho na articulação da candidatura da filha Roseana ao governo do Maranhão.

Publicidade
Publicidade
Comentários