Naquele tempo, em 1903, existiu no Japão uma mulher inteligente e audaciosa que enfrentava muitas dificuldades, entre elas dificuldades financeiras.

“Uma dificuldade pode virar um grande problema ou uma oportunidade – a diferença está na sua atitude”, dizia ela.

Persistente, ela venceu na vida e se tornou a primeira mulher jornalista do Japão e por causa disso criou a mais antiga revista feminina daquele país, na qual divulgou um artigo com um nova técnica (Kakebo) que se tornou viral ensinando os japoneses a economizar o suado dinheiro que eles recebiam mensalmente.

O segredo para economizar muito é simples e prático: anote num diário “por escrito” todas as despesas que você faz a cada dia e crie uma disciplina em torno disso.

A grande sacada desse método é nos ajudar na revisão diária (antes que seja tarde) dos nossos piores hábitos de consumo geralmente estimulados por impulsos mentais induzidos por uma economia comportamental que nos empurra ao consumo desenfreado por causa dos apelos da mídia ou pelo desejo maluco que temos de imitar os outros (parentes e amigos) gastando ou comprando aquilo que não precisamos apenas para nos igualarmos a eles.

Analisando o Método KAKEBO, eu deduzi que uma coisa importante a fazer é inverter a lógica contábil que diz que “Lucro ou Economia (Poupança) Real = Receitas – Despesas”. Eu descobri que a lógica certa é : “Despesas = Receitas – Lucro ou Economia (Poupança) desejados.”

Agindo assim você primeiro define, antes do mês começar, o quanto deseja ter de lucro, economia ou poupança para só depois decidir o quanto pode gastar com suas despesas diárias e procurar não sair dos limites estabelecidos.

Tal procedimento, combinado com a técnica Japonesa do Kakebo, corrige um grade erro que cometemos em nossas contas à pagar – o de deixar para economizar somente no final do mês (quando o saldo para economias já é quase zero).

Especialistas afirmam que a disciplina do registro diário “por escrito” das despesas aliada ao hábito de cortar, reduzir e eliminar aquelas despesas que não precisamos pode contribuir para uma economia mensal de até R$800,00 por mês.

Para saber mais procure na internet links gratuitos sobre o “Método KAKEBO”.

Você: Uma Pessoa Melhor! Esse é o meu objetivo.