Oito em cada dez estabelecimentos visitados pelo Corpo de Bombeiros em Montes Claros ontem apresentaram algum tipo de irregularidade na estrutura de prevenção e combate a incêndios. Ao todo, 160 comércios foram vistoriados por 43 militares na operação “Alerta Vermelho”.

“Os problemas encontrados são diversos, desde a falta do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) a sistema preventivo mau preservado ou condicionado”, ressalta o tenente Davi da Silva Durães, chefe do Pelotão de Prevenção de Vistoria.

A verificação nos pontos de comércio foi apenas educativa, com foco na orientação e na conscientização da importância de se regularizar os equipamentos de segurança e esclarecer dúvidas para aquisição do AVCB.

De acordo com o tenente Durães, os problemas encontrados nos locais são recorrentes e por isso é muito importante orientar os donos dos estabelecimentos quanto ao risco de acidentes, já que a maioria das ocorrências acontece devido à falta de prevenção.
 
EQUIPAMENTOS
Os lojistas foram orientados quanto à instalação dos sistemas de prevenção a incêndio e pânico, como placas de sinalização, extintores, iluminação e saídas de emergência.

Uma das equipes, acompanhada pela redação de O NORTE, encontrou irregularidades em todos os locais visitados. Os problemas iam de falta de sinalização a mangueira e registro do botijão de gás vencidos há mais de cinco anos.

“Uma das lojas não apresentava nenhum dos itens obrigatórios e poderia ser interditada imediatamente”, disse o sargento Izaac Martins.

Para Fabio Bessa, proprietário de uma loja de embalagens, manter os equipamentos em dia é importante. Por isso, ele prometeu se adequar às exigências.
“Eu conheço e me preocupo em ter, porque aí teremos como nos prevenir em caso de acidentes. Vou providenciar os equipamentos que faltam, como a sinalização e outro extintor adequado”, disse.