Quatro mulheres e um homem foram atuados por picharem o muro da igreja São Judas com as frases “Lula livre. STF golpista sujo” e “Deus quer Lula livre”. A ação foi realizada na madrugada desta quarta-feira e flagrada por uma testemunha. 

O carro com o grupo foi localizado ainda no bairro São Judas, com quatro mulheres e um homem, de 19 a 29 anos, foram atuados em flagrante. Com eles, foram encontrados cinco latas de spray usadas no ato de vandalismo.

Os suspeitos foram encaminhados à delegacia de plantão, onde assinaram um termo circunstanciado de ocorrência e depois foram liberados. 

Segundo a 11ª Regional de Polícia Militar, não houve registro da ocorrência por não ter como provar quem praticou o ato, que é crime.