A atuação de quatro policiais militares foi decisiva para o salvamento da pequena Liz de apenas três meses. O fato ocorreu na quinta-feira passada, no bairro Santa Laura, em Montes Claros, mas ganhou repercussão nesta semana nas redes sociais. 

Após dar banho na filha, Candice de Azevedo começou a notar que a bebê, que possui problemas de refluxo, não estava bem. Liz começou apresentar sintomas de desfalecimento, já não respondia aos chamados da mãe, os olhos fecharam e a boca começou a ficar roxa. “Entrei em desespero, sacudi o corpo e ela não reagiu. Minha bebezinha, minha menininha estava nos deixando”, recorda Candice. 

O pai de Liz, Gustavo Azevedo, saiu à procura de ajuda e encontrou a viatura do Batalhão de Choque da Polícia Militar, coordenada pelo sargento Eduardo Veloso, composta pelos cabos Farley Gonçalves e Ailton Silva e pelo soldado Alan Siqueira

Um dos policiais pegou a criança no colo e começou a fazer os procedimentos padrões em casos como este. Contudo, já não havia mais tempo. Os policiais ligaram a sirene e foram a caminho do hospital. 

“Nossa unidade é voltada para crimes violentos. Quando nos deparamos com uma situação atípica à nossa rotina, isso torna a nossa profissão ainda mais gratificante. Com o reconhecimento da família e da própria sociedade, cumprimos com nossa missão”, destaca sargento Veloso. 

A Tropa de Choque levou a criança para o hospital São Lucas. Lá os médicos atenderam a ocorrência. A pequena Liz passa bem e recebeu dos policiais um colete usado pela equipe de choque da Polícia Militar. Candice publicou nas redes sociais uma carta emocionada em agradecimento aos militares.