Foi lançada neste mês mais uma edição do “Transporte Solidário”. O projeto, que é desenvolvido desde 2013, tem o intuito de arrecadar alimentos não perecíveis e fraldas geriátricas que serão destinados às pessoas com deficiência que utilizam o Transpecial. Em 2016, a iniciativa ajudou 35 famílias – foram recebidas 2.700 fraldas e quase uma tonelada de alimentos. 

O Transporte Solidário é idealizado pelo motorista Walen Rodrigues, que trabalha no ramo há 14 anos. Para que o projeto fosse desenvolvido, ele uniu as empresas de coletivos urbano de Montes Claros, Princesa do Norte e Transmoc, para que em todos os ônibus-lotação tivesse uma caixa de arrecadação de doações. 

“Sou motorista do Transpecial (ônibus que transporta pessoas com deficiência, são pelo menos 800 pessoas), há seis anos e durante as viagens percebi que muitas pessoas que utilizam o transporte são carentes e precisam de auxílio básico. Desta vez, além das famílias que estamos acostumados a ajudar, vamos dar apoio ao nosso amigo também motorista que perdeu 88 kg, devido uma doença grave e agora precisa de um tipo de suplemento alimentar”, pontua Walen. 

Para esse ano, a expectativa é que 50 famílias sejam beneficiadas e também o asilo Lar das Velhinhas. Para arrecadar fundos e divulgar a ideia, os organizadores do Transporte Solidário confeccionaram camisetas que foram vendidas a R$22. 

As arrecadações começaram em novembro e encerram no dia 16 deste mês, data que também serão entregues as doações. As lotações buscarão em casa os beneficiados para receber e participar da confraternização realizada na garagem da Princesa do Norte.