Acidentes envolvendo motos são a principal causa de ocorrências de trânsito em Montes Claros. Dos 1.419 registros feitos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de janeiro a junho deste ano, 908 foram com motocicletas – média de 151 por mês.

Mesmo havendo redução na comparação com o primeiro semestre de 2016 (quando foram 1.213), os números até agora compilados mostram que os acidentes com moto no município já representam 64% das ocorrências atendidas pelo Samu e três vezes mais o total de atendimento prestado em acidentes com automóveis – 271, ou 19%.

Conforme balanço divulgado pela Seguradora Líder, responsável por gerenciar o Seguro do Trânsito por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), seguindo a mesma tendência dos anos anteriores, até junho de 2017 as ocorrências com motos responderam pela maior parte das indenizações (74%), apesar de representar apenas 27% da frota nacional.
 
COMPORTAMENTO
Priscila Lima é psicóloga especializada em trânsito e destaca que o número considerável de acidentes pode ter relação com o comportamento impulsivo dos motociclistas.

“Há fatores que necessitam ser compreendidos. O principal é o comportamento individual e social das pessoas no contexto do trânsito”, observa. “A impulsividade possibilita a direção perigosa, agressividade, irresponsabilidade, intolerância, entre outros comportamentos que geram riscos na condução”, ressalta a psicóloga.

Dados de 2016 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) mostram que 205.757 veículos circulam nas ruas de Montes Claros. O atendente de telemarketing Rogério Fonseca faz parte dos 72.989 motocicletas em situação legal na cidade e relata que antes de sofrer um acidente não tomava as medidas de segurança adequada.

“Hoje entendo como é importante utilizar todos os equipamentos de segurança e respeitar os limites de velocidade. Antes de ter ocorrido o acidente eu era meio desleixado com isso”.

A Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito e Transportes de Montes Claros (MCTrans) informou que vem promovendo ações educativas com apoio Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, 55º Batalhão de Infantaria e Samu para prevenir os acidentes nas vias da cidade e alertar condutores.