Canteiros mal cuidados, rastro de vandalismo e falta de iluminação adequada estão entre as principais reclamações de quem passa pelo local ou tenta usufruir de algumas praças localizadas no Centro de Montes Claros. O cenário nada convidativo para momentos de descontração e lazer afasta crianças e adultos.

O atendente de telemarketing André Gonçalves considera que o descaso do governo não permite que os moradores aproveitem bem os espaços públicos. “Antes havia um cuidado com o patrimônio público. Os canteiros bem cuidados, dava gosto ficar aqui, mas a falta de segurança afasta as pessoas. Hoje, olho para a praça e bate um sentimento de vergonha e tristeza”.

Outro ponto que tem causado incômodo é a presença da população em situação de rua, destaca a professora Andréa da Silva. “Hoje temos muitos moradores de rua na cidade e a presença deles ajuda para a degradação do local. Estava passeando com a minha sobrinha de seis anos e presenciei um deles se banhando durante o dia na fonte. Cabe ao poder público fiscalizar isso porque eles tomaram conta das praças Doutor Carlos, Matriz e Catedral”.
 
MARGINAIS
A estudante Patrícia Ribeiro reside próximo à praça Raul Soares, mais conhecida como Praça da Estação, e relata que o local está inseguro no período da noite.

“A novidade na praça após a reforma foi o pequeno vagão que hoje virou um ponto para maus elementos. À noite sempre tem vândalos. Alguns ate fazem uso de drogas. Depois das 22h é bem preocupante passar pelo local. Bêbados ficam gritando por toda a madrugada e perturbando quem precisa dormir”.

Assim como a maioria dos cidadãos que vêm de outras cidades em busca de tratamento médico, a vendedora Luciana Mendes ficou impressionada com a situação da Praça Honorato Alves. “Nunca vi essa praça tão suja como está agora. A água está passando da hora de ser trocada”.

A redação de O Norte tentou contato com a assessoria de comunicação da prefeitura para saber a posição em relação às queixas da população e saber se há uma medida para amenizar o problema, mas até o fechamento desta edição, não obteve retorno.