A história de solidariedade, simplicidade, devoção e amor ao próximo do padre Henrique Munáiz Puig, morto em outubro deste ano, foi a fonte de inspiração para o livro “O Encantador de Pessoas – A Vida e a Obra de Padre Henrique, o Apóstolo do Sertão”, que a deputada federal Raquel Muniz (PSD) lança nesta quinta-feira (28), no Automóvel Clube de Montes Claros.

A obra relata os vários momentos que marcaram a trajetória do sacerdote espanhol em Montes Claros, no Norte de Minas, onde vivia desde 1965. Padre Henrique se dedicou, especialmente, à orientação de crianças e adolescentes de bairros mais carentes da cidade. Foi o fundador do Colégio São Luiz Gonzaga, do Centro Educacional Apóstolo Santiago e do projeto Nossa Senhora das Dores, com ações de acolhimento a jovens com problemas com álcool e outras drogas.

A autora, que conviveu com Padre Henrique desde a infância, quando era moradora do bairro Morrinhos, conta que o desejo de escrever o livro surgiu logo após o velório do sacerdote.

“Vi uma cena que me comoveu muito. Todas as pessoas que chegavam perto do caixão pediam para colocar um tercinho junto ao padre. Quem não tinha terço, colocava uma medalha, uma corrente, uma pulseira ou uma chave. Todos ali estavam buscando uma aproximação com ele”, lembra Raquel. “Percebi que era importante eternizar em um livro a história de um santo que viveu entre nós”.

Virada do ano

Na obra, Raquel relembra os vários momentos de amor e fraternidade da história do padre jesuíta. Durante muitos anos, sempre no dia 31 de dezembro, Raquel e outros moradores de Montes Claros seguiam até a porta do convento das irmãs Carmelitas para passar a virada do ano em companhia do Padre Henrique.

“Eram noites regadas de muita espiritualidade. Quando terminava a celebração, eu tirava do carro umas uvas, castanhas, suco e refrigerante, para brindarmos ali a chegada do Ano Novo. Ele não segurava nada nas mãos, logo já passava para quem estava ao lado, sempre fazia questão de servir a todos”, lembra Raquel.

Segundo a autora, a simplicidade era uma característica marcante do Padre Henrique, que fazia questão de se deslocar pela cidade em uma bicicleta. Era também muito paciente com adolescentes carentes de educação e carinho. “Ele trabalhava com a recuperação de jovens dependentes e, muitas vezes, esses meninos o agrediam, por estar sob efeito da droga ou sentindo a falta dela. Ele às vezes aparecia com algum ferimento, mas nunca revidou. Sempre soube cuidar do outro”, completa.

Além do Automóvel Clube, Raquel deve promover o livro em outros espaços. No domingo (31), a autora se reúne com a comunidade que costumava passar a virada do ano com o Padre Henrique. Em 2018, o livro deve ser apresentado em igrejas católicas da região de Montes Claros.

História de dedicação

Nascido no dia 25 de dezembro de 1930 na cidade espanhola de Pontevedra, região da Galícia, Padre Henrique recebeu várias honrarias como reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em Montes Claros, como a Medalha da Inconfidência e o título de Cidadão de Montes Claros. Morreu de leucemia mielóide aguda, aos 86 anos, no dia 19 de outubro.

Serviço: Lançamento do livro “O Encantador de Pessoas – A Vida e a Obra de Padre Henrique, o Apóstolo do Sertão”, de Raquel Muniz, no Automóvel Clube (Praça Dr. João Alves, 70, Centro, Montes Claros), nesta quinta-feira (28), às 19h.