A festa de Momo está sendo bem aguardada pelos lojistas de Montes Claros. A categoria espera crescimento de até 30% no faturamento nos dias que antecedem o Carnaval, comparado ao mesmo período do ano passado. Fantasias e adereços são os itens mais procurados.

A expectativa é grande no comércio da área central. “Nessa semana registramos aumento significativo na procura de produtos. No nosso caso, trabalhamos mais com fantasias infantis, que têm representado 20% das vendas, perdendo somente para as máscaras”, comenta Camila Dias, gerente de um estabelecimento na região.

Já a vendedora Juliana Pereira relata que os clientes afirmam que, durante a folia, não podem faltar acessórios e trajes típicos. Nos últimos dias, o comércio desses produtos superou 30% do total de vendas da loja.

“A procura é grande por parte do público feminino, mas os homens buscam muito adereços, como copos e colares. Neste ano foi necessário reforçar o estoque”, frisa Juliana. 
 
RENDIMENTO 
Quem está à procura de uma renda extra também está animado. O período do Carnaval é uma oportunidade para um ‘emprego temporário’.

É o caso do estudante Jacson Ferreira, que vai a Diamantina vender bebidas nas ruas durante a folia. “Enquanto o pessoal se diverte, eu vendo água, refrigerante e cerveja. Faturei R$ 7 mil no ano passado”, revela.

Costureiras contratadas para produzir camisas personalizadas e abadás também comemoram o movimento. Uma delas é Izabel Souza. 

Com quatro máquinas em casa, ela afirma estar trabalhando a todo vapor. Inclusive, a profissional conta ter sido necessário o auxílio das filhas para dar conta de tanto trabalho.

“Este ano cheguei a ficar receosa. O que dava mais movimento era fantasia para a criançada, que só volta de férias após o Carnaval. Mas, graças a Deus, o movimento está sendo bom. Coloquei as minhas filhas para ajudar, e com força e fé esperamos que o faturamento seja dobrado neste mês”, espera Izabel.

A costureira afirma ainda não saber o montante que irá lucrar. “Mas estou confiante”, garante.