O trânsito de Montes Claros fica cada dia mais caótico. Há engarrafamentos, falta de lugar para estacionar. Reflexo do aumento de 67% da frota, que passou de 126.564 mil, há 8 anos, para 211.362 mil veículos, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Circularam informações nas redes sociais de que a cidade teria rodízio. O presidente da Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito e Transporte de Montes Claros (MCTrans), José Wilson Guimarães, diz que isto não vai acontecer. 

“Ainda não é necessário aplicarmos o sistema de rodízio de veículos em Montes Claros. Estamos mudando a sinalização das ruas em diversos bairros, principalmente os mais afastados do grande centro, transformando as vias públicas em mão única, o que deve deixar o trânsito mais organizado, dando agilidade para os coletivos urbanos”, afirma o presidente.

Mas a população montes-clarense sofre com o aumento da frota. Um grande problema é a dificuldade de estacionar no Centro da cidade. 
 
ESTACIONAMENTO 
“É impossível parar rapidamente sem ser multado; nem para esperar minha esposa sair do trabalho consigo estacionar. Acredito que deveria ter mais espaço livre para os motoristas e também mais compreensão por parte da MCTrans”, disse o auxiliar de escritório João Paulo Queiroz. 

Apesar do crescimento do número de veículos de 2010 até hoje, o presidente da MCTrans destaca que, nos últimos três anos, a frota permaneceu estagnada.