Quando Jade Soares Schmidt deixar a maternidade, levará o próprio registro de nascimento e o CPF – facilidade para os pais e garantia de cidadania aos recém-nascidos. O serviço, oferecido há dois meses no Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira, foi oficialmente inaugurado ontem.

Todas as crianças nascidas na unidade de saúde sairão de lá com a certidão, emitida por meio do Programa das Unidades Interligadas, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, em parceria com cartórios.

“É mais uma vitória do hospital e do serviço público, respeitando o direito do cidadão. Conhecendo a importância deste serviço, não medimos esforços para oferecer a estrutura adequada e necessária para que seja desenvolvido o trabalho”, pontuou Jhonatan Rodrigues, um dos diretores da unidade hospitalar.

No Estado há 54 unidades interligadas, sendo dez no Norte de Minas – esta é a terceira em Montes Claros.

“De 2015 a julho de 2018, tivemos 132 mil certidões de nascimento feitas por este serviço. Destes, 22 mil foram feitos aqui na região. Podemos dizer, com muita satisfação, que é um número impactante. O serviço que começou há cerca de dois meses no Hospital das Clínicas Mário Ribeiro já mostrou a que veio e faz mais registros que outras unidades que já funcionavam anteriormente”, ressalta o subsecretário de Promoção e Defesa de Direitos do Estado, José Francisco da Silva.
 
CIDADANIA
“Garantir que as crianças sejam registradas antes da alta hospitalar traz cidadania. Hoje incorporamos também a emissão do CPF nas certidões, o que proporciona conforto e evita que as famílias tenham que se deslocar até os bancos”, diz a coordenadora do Programa das Unidades Interligadas, Ana Paula Camargo.

Essa comodidade foi comemorada pelo técnico em informática Felipe Vinicius Schmidt de Paula, pai de Jade.

“Minha filha nasceu ontem (quinta) e já estou com os documentos em mãos. A atendente foi muito atenciosa e pediu para que eu fizesse a conferência do nome antes de assinar, já que o sobrenome é de descendência alemã e a grafia é complicada. Estou encantado”, disse o jovem.

Para Felipe, isso representa comodidade para os pais e proporciona conforto, especialmente para as mães que, livres das questões burocráticas, podem se dedicar à criança.

“Minha companheira está muito satisfeita com o tratamento recebido na maternidade, que é realmente diferenciada e de primeiro mundo. A equipe é muito atenciosa, capacitada e fez com que nos sentíssemos em casa”, concluiu.