O vereador da cidade de Glaucilândia Adão de Jesus Pimenta, o “Tozinho”, acionou a Polícia Militar após comprar alguns produtos sem a nota fiscal. A tentativa do parlamentar é que com o boletim de ocorrência o vendedor seria obrigado a entregar a documentação, mas o que ele não sabia é que a mercadoria era fruto de roubo. 

De acordo com a Polícia Militar, Tozinho procurou o quartel após comprar uma máquina de serrar mármore e um kit de ferramentas por R$ 50. Ele disse aos policiais que o vendedor alegou ter adquirido a mercadoria por R$ 150 e estava vendendo por R$ 100 a menos e entregaria a nota fiscal posteriormente. Depois que o vereador notou que o homem não passaria a documentação procurou a polícia para denunciar o caso. 

Ao averiguar a ocorrência, militares constaram que os produtos eram fruto de roubo ocorrido nesta semana. 

O vereador foi conduzido para delegacia de Montes Claros, prestou depoimento e foi liberado após assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).