Após cinco meses do incêndio criminoso da tragédia da Creche Gente Inocente, em Janaúba, as famílias das vítimas buscam transparência sobre o dinheiro arrecadado com doações e eventos. “O movimento SOS Gente Inocente arrecadou cerca de R$ 908 mil”, disse Jorge Barreto, promotor de Justiça.

Em outubro, logo após a tragédia, que matou 13 pessoas, diversas brasileiros, inclusive artistas, aderiram à campanha para arrecadar fundos. Foi aberta conta bancária. De acordo com o promotor, os R$ 908 mil são distribuídos conforme cronograma do Ministério Público. 

A cada dois meses, as vítimas com lesões graves ganham dois salários mínimos. As famílias que perderam algum familiar recebem três salários, quem teve sequelas um e meio salário. Além disso, nos meses pares as famílias que tiveram óbitos recebem quatro salários mínimos, sendo três pagos pelo SOS e um pela prefeitura, que paga também, mensalmente, o valor de R$ 1 mil de indenização antecipada aos familiares e vítimas. Esse valor será pago em 12 vezes. 

Segundo o promotor, também foram arrecados R$ 220 mil pela Avinc, hoje Avtjana.