Impulsionar o desenvolvimento regional por meio de investimentos em polos produtivos. Esse é um dos objetivos do governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado Extraordinária de Desenvolvimento Integrado (Seedif).

Dentre as ações desenvolvidas está o fortalecimento de marketing e publicidade para os chamados Arranjos Produtivos Locais (APLs) que chega agora a Espinosa, cidade do Norte de Minas conhecida pela produção de vestuários.

O município foi beneficiado graças a uma parceria entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Industrial. Atualmente, a região conta com cerca de 1.800 pessoas ligadas ao setor de vestuário.

Para o subsecretário da Seedif, Pedro Leão, o reconhecimento de Espinosa como polo produtivo contribuirá para o desenvolvimento econômico e social da região. “O APL representará toda uma comunidade voltada para a produção do vestuário que tem crescido mesmo diante da desaceleração econômica no Brasil”.

Pedro Leão ainda acrescentou que a “institucionalização do APL insere a localidade na agenda governamental, aumentando a possibilidade de ações de apoio, o que ajuda famílias, desenvolve a região e gira a economia”.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Industrial, Gleisomar Oliveira, o Arranjo Produtivo Local coloca Espinosa em evidência na área de fabricação e comercialização do ramo de vestuário.
 
DISTRITO
Em parceria com o governo do Estado, a prefeitura do município também está realizando obras de infraestrutura no Distrito Industrial. O local irá receber 17 galpões que doados para indústrias de confecções. As empresas poderão instalar suas sedes por lá.