O Norte de Minas ganhará quatro novas empresas franqueadoras. Apoiadas pelo Programa Minas Franquia, do Sebrae, são três empresas em Montes Claros e uma em Januária. O anúncio será feito hoje, às 19h, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). 

O Minas Franquia, que já lançou no Estado 73 franqueadoras, tem o intuito de oferecer oportunidades de expansão a pequenos empreendedores. Em Montes Claros, um dos exemplos é o do empresário Paulo Fialho, que atua no setor de serviços especializados em análise de água há 14 anos.

“A ideia surgiu lendo uma revista sobre franquias. A partir daí despertou o interesse e recebi um convite do Sebrae para ser um franqueador. Uma das oportunidades oferecidas pelo programa é poder ter a marca presente em locais que você jamais imaginou”, diz Fialho. 

De acordo com o levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Minas Gerais é o quarto colocado em número de empresas franqueadoras, com 171 marcas; e o terceiro em franquias em operação, chegando a 4.982 pontos. 
 
ALTERNATIVA
O presidente CDL de Montes Claros, Ernandes Ferreira da Silva, avalia que o sistema de franquia é uma importante alternativa de expansão de negócios e contribui para a redução de erros cometidos durante a implantação de uma empresa. 

“As franquias chegaram em um momento que a economia estava em baixa e se tornaram um dos pilares para a sustentação do emprego. Por ser um investimento que já deu certo e está de certo modo pronto e já testado inúmeras vezes, dá a tranquilidade ao empresário investir”, diz Ernandes.

Em nível nacional, o Sebrae confirma que 50% dos negócios independentes fecham antes de completar um ano de funcionamento. Enquanto 92% das franquias sobrevivem após cinco anos de existência.