Durante os próximos cinco meses, fazendas, sítios, chácaras e todas as propriedades do Norte de Minas que atuam na agropecuária serão visitadas por 370 recenseadores (agentes treinados) que irão coletar dados socioeconômicos dos moradores. As visitas tiveram inicio este mês e vão até fevereiro de 2018. Com mais 91 mil estabelecimentos voltados para o setor, a região lidera o ranking estadual desde o último censo, feito em 2007.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), serão 19 mil recenseadores que percorrerão todos os cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários brasileiros – 610 mil só em Minas.

 O gerente de agência e representante do IBGE em Montes Claros, Paulo Cícero Borges, explica que existem muitas informações a serem atualizadas sobre a agricultura e agropecuária, já que, uma década atrás, a região era a segunda maior empregadora no Estado, com cerca de 300 mil pessoas ocupadas no setor.

“No Norte de Minas, os municípios são extensos em área geográfica e 85% dos estabelecimentos são voltados para a agricultura familiar”, ressalta.

COLETA DE DADOS
Paulo Cícero destaca que as visitas são feitas em campo, e a média de visitação e aplicação do questionário para cada servidor é em torno de quatro a seis por dia. 

“Há uma certa variação dependendo da região, onde os estabelecimentos podem ser mais próximos ou mais distantes entre si, dificuldades de territórios, etc.”, ressalta.

O posto de coleta em Montes Claros é responsável pelo trabalho além da sede, nas cidades de Engenheiro Navarro e Francisco Dumont. Nos três municípios, são previstos 4.843 estabelecimentos agropecuários. Somente em Montes Claros, há 4.101 estabelecimentos previstos e 13 recenseadores.
 
RESULTADOS
O questionário aplicado aborda questões relacionadas à produção, pessoal ocupado, agricultura familiar, uso de agrotóxicos, entre outros temas. As informações coletadas subsidiarão pesquisas, tomada de decisões na iniciativa privada e a elaboração ou melhoria de políticas públicas para o setor.

Os resultados do Censo Agro 2017 devem começar a ser divulgados pelo IBGE somente em meados de 2018.