Quarenta e cinco motoristas são multados a cada hora por excesso de velocidade nas rodovias estaduais de Minas. Desde outubro do ano passado, quando começou a instalação de novos aparelhos, foram mais de 394 mil infrações. E nesta semana 31 novos equipamentos entraram em operação, 12 deles na BR–135, que liga o Norte de Minas à capital mineira. Além dos limites máximos permitidos, condutores que pretendem pegar estrada no feriado prolongado devem redobrar a atenção para outros fatores. 

Os novos aparelhos da BR–135 funcionam desde terça-feira em Montes Claros (KMs 371, 374, 382, 384), Bocaiúva (KMs 398, 411 e 412), Buenópolis (KM 511), Augusto de Lima (KMs 539 e 541), Corinto (km 575) e Curvelo (KM 653). 

Previsão de muita chuva em alguns dos destinos mais procurados pelos mineiros e pistas precárias podem transformar a aguardada viagem em dor de cabeça. Nas rodovias estaduais, há pelo menos 19 trechos com armadilhas que vão desde interdições, tráfego em meia pista ou variante, erosões, barreiras e atoleiros. Há ainda 17 pontes com limitações de peso.

Os problemas também cortam a malha federal. Na BR-381, principal ligação de Minas com o litoral capixaba, alguns trechos estão com sinalização deficiente e há obras em andamento próximo a João Monlevade, na região Central. 
 
FISCALIZAÇÃO
Para diminuir os riscos de acidentes, as autoridades reforçaram a a segurança. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza uma operação com ações educativas e fiscalização em pontos estratégicos. Cerca de 800 policiais vão utilizar 23 radares e 230 etilômetros. Já o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER- MG) informou que ações, feitas em conjunto com a PM, estão previstas, mas “por questões estratégicas, não serão divulgadas”. 

Para o engenheiro de transporte Márcio Aguiar, as medidas são válidas, mas devem ser constantes. Segundo ele, a instalação de radares sempre deve vir acompanhada de ações presenciais, como as que acontecem em feriados. “A fiscalização eletrônica, se bem sinalizada, é um reforço, mas é importante também que os órgãos de trânsito aumentem o contingente nas estradas, circulando”.
 
CHUVA
Quem escolheu passar o feriado na praia deve observar a previsão do tempo. Mineiros que seguirem rumo à Bahia ou Espírito Santo vão encontrar chuvas fortes ao longo de todo o fim de semana. “Já nas saídas para São Paulo e Rio de Janeiro, os motoristas terão sol e podem enfrentar pancadas isoladas”, diz o meteorologista do TempoClima PUC Minas, Heriberto dos Anjos.

Em nota, o DEER informou que o contrato dos radares tem duração de 30 meses, podendo ser renovado por igual período. A meta inicial, de 393 equipamentos, já foi alcançada, mas novos equipamentos poderão ser instalados ou remanejados, conforme estudos de segurança viária. 

Sobre os trechos com problemas, técnicos do DEER sinalizam o local ou implementam um desvio, além de tomar as medidas necessárias para a recuperação.

Também em nota, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que não há trechos com restrição de tráfego. 

“A malha rodoviária federal em Minas encontra-se em boas condições de pavimento e sinalização”. Segundo o órgão, mais de 90% das estradas estão com contratos de manutenção ou restauração.