O Censo Agropecuário 2017 chega à metade do período de coleta com mais de 2 milhões de propriedades recenseadas em todo o país. A pesquisa completou, no dia 2 de dezembro, dois meses em campo e está prevista para ser encerrada no final de fevereiro. Até o último domingo, dia 17, foram visitados 2,8 milhões dos 5,2 milhões de estabelecimentos agropecuários estimados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em Minas Gerais, em torno de 1.911 recenseadores trabalham na coleta dos dados. A previsão é de que a pesquisa seja aplicada em mais de 555 mil estabelecimentos agropecuários. Desses, 61,8% já foram recenseados, o que representa 342 mil locais. Todos os estabelecimentos do Estado responderão ao questionário.

Em média, cada recenseador completa quatro questionários por dia em Minas. O ritmo de trabalho varia conforme as particularidades de cada região. Os principais desafios são as dificuldades em delimitar o tamanho das propriedades e o receio dos produtores em responder as questões.