Elen de Sá


Correspondente



A 1ª Grande Cavalgada do Município de Catuti – MG, realizada no último domingo, dia 18 de junho, alcançou o número esperado: 840 cavaleiros e amazonas chegaram à cancela da Fazenda Grande Sertão, rigorosamente uniformizados, entre eles, crianças, jovens e um percentual expressivo da melhor idade.



Participaram também da cavalgada, o prefeito de Catuti, José Barbosa Filho (Zinga), o vice-prefeito Elcio Luiz Silveira, vereadores de Catuti, o prefeito da cidade de Monte Azul, José Edivaldo e a vereadora Preta, o prefeito de Mamonas, Ailton, entre outras autoridades da região.



A concentração dos participantes aconteceu no balneário – barragem do município, ás 08:00 e de lá cavaleiros e amazonas cavalgaram pelas principais ruas da sede de Catuti em fila dupla. Logo após, os participantes saíram de Catuti-MG com destino a Fazenda Grande Sertão, localizada na comunidade de Riachinho, do município de Monte Azul-MG.



A Fazenda Grande Sertão é histórica na região, conhecida desde quando acolhia os tropeiros que vinham da Bahia e passavam pela região de Monte Azul, desde a época do Brasil Colônia, por isso foi escolhida para sediar a chegada dos cavaleiros e amazonas deste evento marcante na história do povo norte mineiro.






Mesmo com desistência de torcedores, cavalgada reuniu 840


cavaleiros e amazonas
(foto: Elen de Sá) 



Na concentração havia 1.081 cavaleiros e amazonas, mas por motivo de força maior, e por também ter sido no horário do jogo do mundial entre Brasil e Austrália e pela estrada empoeirada, alguns participantes desistiram de chegar até a fazenda.  Na cancela da Fazenda Grande Sertão, chegaram “os mais bravos”, para a contagem oficial da equipe do Estado do Paraná, dos representantes do RankBrasil – O Livro dos Recordes Brasileiros. O Rank Brasil, há mais de cinco anos se dedica a homologação de recordes, divulgados no site www.rankbrasil.com.br e livro encaminhado para todas as mídias.



O recorde anterior pertencia a Agrestina, no município de Pernambuco, que consegui levar para sua cavalgada 834 Cavaleiros e Amazonas.



“Conseguimos bater o recorde nacional”, diz o prefeito de Catuti, José Barbosa Filho (Zinga), que privilegia o turismo eqüestre sendo grande incentivador deste esporte que vem se tornando o perfil turístico norte mineiro.



O Brilho do evento aconteceu não só pelo empenho dos organizadores, mas também pela participação expressiva dos 15 municípios que integram o Circuito Turístico da Serra Geral e também do Norte de Minas e Sul da Bahia, que se mobilizaram no sentido de disponibilizar cavalos para garantir o sucesso da cavalgada.



Segundo Hélio Pinheiro da Cruz Júnior, secretário de agropecuária e meio ambiente e integrante da comissão organizadora do evento, o diferencial desta cavalgada para outras cavalgadas foi que todos cavaleiros e amazonas estavam uniformizados.



“Tivemos algumas dificuldades por se tratar de um grande número de pessoas envolvidas e uma boa parte de municípios com até 200 km de distância, que tinham cavaleiros e amazonas participando do evento, mas nada que prejudicasse a organização, pois o espírito era um só: Bater o recorde nacional com brilhantismo”, diz.



Além do incentivo de concorrer a um cavalo Manga Larga Marchador com a marca registrada do Haras Pirâmide de Montes Claros, os participantes foram recepcionados pela equipe organizadora do evento e coordenação do Projeto Bioma Caatinga-MG, Antônio Bernardo e Gal Bernardo.



O local tinha estrutura para assistir ao jogo do Brasil x Austrália e para descontrair os participantes, show musical com os violeiros montesclarenses, Carlos Maia e Charles Boa Vista.



Para agradar ainda mais aos participantes, a comissão organizadora preparou aquele churrasco com cerveja e refrigerante para todos.



“Pedimos desculpas por alguma demanda que deixamos de atender durante a cavalgada, devido ao número expressivo de participantes. Sito a bravura dos cavaleiros e amazonas ao considerar que o recorde nacional não era somente de Catuti, mas de todos que estavam presentes. Valorizo o trabalho de equipe, pois tivemos funções muito bem executadas individualmente que no coletivo conseguimos formar uma equipe forte e de resultados dentro das nossas expectativas,” acrescenta Hélio Pinheiro.



“Catuti agradece aqueles que estiveram presentes, não mediram esforços perante distância, poeira e sol quente e nos colocamos a inteira disposição nas realizações de futuras cavalgadas e que esse recorde seja procurado por outros municípios de nossa região. Agradecemos à parceria regional de prefeituras, empresas e amigos desse esporte,” conclui.