Mais um passo foi dado para a revitalização das sub-bacias do rio São Francisco em Minas. Nesta semana foram iniciadas as intervenções previstas dentro do programa em Fortuna de Minas, na região Central do Estado. O valor das obras está orçado em R$ 587,4 mil.

Por lá, serão construídos 99 quilômetros de terraços e cerca de 1,4 mil bacias de captação de águas de chuva. Trinta e dois quilômetros de estradas vicinais também serão readequadas.

As intervenções na cidade começaram na última segunda-feira e contemplam mais uma fase do Programa de Revitalização das Sub-bacias do Rio São Francisco. 
 
FINALIZADAS 
Recentemente, foram concluídos os trabalhos no córrego Inhaúma, no município de mesmo nome, também na região Central de Minas. As ações, ao custo de R$ 66,7 mil, tiveram início em novembro do ano passado. Desde então, foram construídos oito quilômetros de terraços e 210 bacias de captação de chuva. 

As obras promovem a infiltração de água no solo, melhorando a qualidade e o nível das sub-bacias. Contribuem também para a manutenção da vazão nos córregos e rios, além de garantir o abastecimento dos moradores, a oferta de água para os animais e manutenção de pequenas culturas durante quase todo o ano.

“São intervenções diretas, muito positivas no abastecimento do lençol freático e que, também, melhoram as pastagens”, avaliou o presidente da Emater-MG, Glenio Martins.

Morador de Inhaúma, Amarildo Pereira de Souza considera positiva a iniciativa. “As obras são importantes para a captação de água na região. E as criações vão ter mais água para beber”, disse. 
 
INICIATIVA 
O Programa de Revitalização das Sub-bacias do Rio São Francisco resulta de parceria entre a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Emater-MG, que representam o governo do Estado, com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), órgão ligado ao governo federal.

No ano passado, as intervenções foram realizadas em 22 municípios, envolvendo recursos de aproximadamente R$ 3,1 milhões. Até agora, foram construídos 290 quilômetros de terraços e 5,6 mil barraginhas, além da adequação ambiental de mais de 32 quilômetros de estradas vicinais.

A formalização do convênio de revitalização da área da bacia do rio São Francisco foi feita em 2008 e tem investimento total previsto de R$ 50 milhões. 

Ao longo de quase uma década, as ações chegaram a 96 municípios. Em 2018 serão atendidos mais 48 localidades. 

Vinculada à Seapa, a Emater-MG atua na mobilização dos produtores e na escolha dos locais mais adequados para a execução das obras. O órgão também media o contato entre as prefeituras e os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS).