Um jantar a dois, bem romântico, não fica completo se faltar um bom drink. Melhor ainda se o brinde apimentar a noite. Tarefa para ingredientes afrodisíacos, que podem ajudar a esquentar a relação na próxima terça, quando é celebrado o Dia dos Namorados.

Chocolate, canela, mel e pimenta são só alguns dos “temperos milagrosos”. Adicionado à base alcoólica, o último, além de melhorar o fluxo sanguíneo, estimula a liberação de endorfinas –substância responsável pelas sensações de prazer e bem-estar. 

Para não escorregar na receita e correr o risco de desagradar o par, a dica é escolher o tipo certo. Mais comum na coquetelaria, o tabasco (do molho famoso) é para quem curte alta picância. Dá para usar o molho puro, direto no drink, ou amenizar a ardência preparando uma geleia com açúcar, ensina o mixologista Cássio Miranda. 

Para os que curtem sabor, mas dispensam ardor, vale apostar numa infusão de vodca com a variedade biquinho. Basta deixar a pimenta curtindo no álcool por cerca de uma semana até que ela empreste sabor ao destilado. “Experimente combinar com suco de morango ou de laranja ou ainda com xarope de frutas vermelhas, bem simples”, ensina Cássio. 
 
AMENDOIM
Conhecido por fornecer nutrientes capazes de melhorar a performance sexual (reza a lenda!), o amendoim também pode ser incorporado a coquetéis alcoólicos para dar aquela temperada no brinde a dois. A dica do mixologista é extrair o óleo e infusionar um destilado ou usá-lo triturado em preparações mais doces e aromáticas, como os licores.

Chefe de bar, Alexandre Gledson, o Gledão, diz que é preciso cuidado na hora de criar combinações afrodisíacas. Segundo ele, dá para usar de tudo, desde que haja bom senso e o peso certo para protagonistas e coadjuvantes.

“Dá para estimular a criatividade e a ousadia, desde que haja cuidado com as dosagens. O mais importante é evitar desarmonias. Não aconselho, por exemplo, o uso de mais de uma base de destilado no mesmo drink. Dois licores num mesmo coquetel também é arriscado”, alerta o especialista.