SÃO PAULO – Desde 2014, quando a Volkswagen lançou o Up, a marca alemã praticamente entrou em estado de hibernação, sem ter nenhum produto para concorrer no segmento de compactos. Com a descontinuação do Polo, em 2015, a VW vinha quebrando o galho com o Fox. O popular assumiu a vaga e ganhou conteúdos para justificar o reposicionamento, mas foi incapaz de concorrer com rivais mais qualificados, como o Ford Fiesta, Peugeot 208 e até mesmo com o veterano Fiat Punto. Há cerca de três meses o cenário ficou ainda mais nebuloso, com a chegada do Fiat Argo.

No entanto, a VW espera reverter o tempo perdido com a nova geração do Polo, que acaba de chegar com preços que variam de R$ 50 mil a R$ 69 mil. O hatch chega ao mercado praticamente junto com a versão europeia. O modelo conta com a mesma plataforma modular MQB que o carro feito no Velho Mundo e não é um rearranjo de plataforma antiga. Diferentemente do europeu, é basicamente a parte frontal, que tem detalhes exclusivos.

A plataforma é a mesma dos primos Audi A3 Sedan e Q3, assim como do irmão maior, o Golf. Ela também servirá para a produção do T-Roc, o jipinho compacto da Volks, e do sedã Virtus.

De acordo com o gerente-executivo de desenvolvimento de veículo, José Loureiro, a plataforma conta com cinco unidades modulares e uma fixa (entre o centro da roda dianteira e a pedaleira). “Essa plataforma nos permitiu a inclusão de módulos de modelos superiores ao compacto, além de alongar o encurtar a plataforma de acordo com o projeto”, observa.

Outro destaque do modelo é o uso de aços de ultra alta resistência na estrutura, que segundo a marca, supera as exigências de segurança da legislação vigente. Tudo isso garantiu ao compacto nota máxima no Latin NCAP, tanto na proteção de adultos, quanto de crianças.

Pacote e motor atraentes
Grande, é a primeira vez que o Polo supera a barreira dos quatro metros. Na verdade, ele tem 4,05 metros de comprimento e 2,56 metros de entre-eixo. É praticamente a mesma medida da geração IV do Golf, que ficou em linha no Brasil de 1999 até 2014.

Sob o capô, o hatch conta com três opções de motores, partindo da unidade 1.0 (três cilindros) de 82 cv, e 10,4 mkgf, subindo para o motor MSI 1.6 de 117 cv e 16 mkgf. No entanto, a cereja do bolo é o motorzinho turbo TSI 1.0 de 128 cv e 20 mkgf de torque, que deu ao carro um vigor surpreendente. As opções de transmissão passam por uma caixa manual de cinco marchas para as versões 1.0 e 1.6 e uma unidade automática de seis velocidades para o turbo.
 
Conteúdos
O compacto da VW também tem uma cesta de equipamentos atraente, com direito a quatro airbags, controle de estabilidade (ESP) e direção elétrica desde a versão de entrada, vidros elétricos, ar-condicionado, rádio com MP3 e Bluetooth.

No entanto, o carrinho pode receber itens como sistema multimídia com conexão para smartphone (Apple Car Play e Android Auto), quadro de instrumentos digital como nos modelos mais recentes da Audi, bancos revestidos em couro, rodas aro 17, três portas USB, controle de tração, volante multifunção, sensor de estacionamento, partida sem chave, freio pós-colisão (que imobiliza as rodas automaticamente em caso de acidente). Completíssimo, com todos os opcionais, o Polo atinge o teto de R$ 73.690.

As entregas começam em outubro, mas quem quiser já pode encomendar o Polo pelo site da VW.