Minas deu mais um passo para ampliar a parceria com a Colômbia. Missão governamental e empresarial está no país vizinho desde ontem para estreitar as relações comerciais entre as duas nações. Durante a viagem será promovido o Minas Gerais Day, em Medellín e Bogotá, que irá promover produtos e serviços do Estado.

Participam da comitiva, organizada pela Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), representantes de setores da economia, como alimentos e bebidas, energia, vestuário e tecnologia.

Além de estreitar as relações institucionais, a missão busca alternativas para diversificar a economia mineira e desenvolver parcerias estratégicas. Para isso, serão realizados encontros de negócios e eventos de networking. 

A programação, que se estende até quinta-feira, começou por Medellín, com representantes da ProColombia, instituição governamental que promove o turismo, investimentos e exportações no país, e da Agência de Cooperação e Investimento de Medellín (ACI). Está programado, ainda, o acordo de cooperação com a Ruta N, importante hub de economia criativa de Medellín. Amanhã, a comitiva mineira se desloca para Bogotá.  

Nas duas cidades estão programados eventos de negócios entre as empresas mineiras e colombianas e de promoção do Estado através do Programa +Gastronomia.

Durante o encontro, os colombianos poderão conhecer um pouco mais sobre a cultura e a gastronomia daqui. Chefs mineiros participarão de eventos de relacionamento e o espaço Mineiraria – Casa da Gastronomia será apresentado. 
 
TROCA 
Em agosto passado, a Agência de Cooperação e Investimentos de Medellín (ACI) promoveu em BH o seminário de negócios e expansão internacional na Colômbia. Foram apresentados a investidores e empresas de Minas o potencial e as oportunidades de negócios naquele país. 

A Colômbia tem se tornado um importante parceiro comercial. Hoje, Minas é o quinto maior estado brasileiro exportador para a nação. Em 2016, as vendas atingiram US$ 138,96 milhões. Produtos semimanufaturados de ferro, barras de ferro e de aço somam, juntos, 40% das vendas.

“Nossa preocupação é ampliar os mercados para as empresas e os produtos produzidos em Minas, além de mostrar as potencialidades em diversos setores, especialmente no turismo, na culinária e no artesanato. Assim, estaremos gerando emprego e renda e melhorando a qualidade de vida dos mineiros”, afirmou o governador Fernando Pimentel, que integra a missão.

Em agosto de 2017, a ACI promoveu
no BDMG o “Seminário de negócios e
expansão internacional na Colômbia”.
No evento, o país vizinho foi
apresentado para empresas e
investidores mineiros como potencial
parceiro para negócios

SAIBA MAIS

Setores representados
Além da comitiva governamental, participam
da missão sete empresas mineiras das áreas de
alimentos e bebidas, energia, vestuário e
tecnologia: BH Airport, CMOS Drake,
Cooperativa dos Produtores de Café Especial de
Boa Esperança dos Costas, Eurofarma, Lara
Infor Soluções, Marluvas e MCT
Transformadores. Café gourmet, calçados,
desfibriladores, medicamentos e
transformadores são alguns dos produtos que
serão apresentados a parceiros colombianos