Agilidade na resposta às demandas de segurança pública, saúde e meio ambiente. Essa é a proposta do Estado ao criar bases aéreas em Governador Valadares, no Leste de Minas, e em Uberaba, no Triângulo. A unidade de Montes Claros, na região Norte, será ampliada.

O anúncio foi feito pelo governador Fernando Pimentel por meio do seu perfil oficial no Instagram. Com a expansão, chega a oito o número de bases aéreas no território mineiro, cobrindo todas as regiões. 

A medida integra a estratégia de ampliação da cobertura da malha aérea em Minas. Baseando-se no conceito multimissão, as aeronaves atuam em determinadas áreas com serviços de segurança pública, atendimento de emergências de saúde, transporte de órgãos, resgates, prevenção e combate a incêndios, dentre outros. 

IMPLANTAÇÃO
Serão distribuídos três helicópteros do modelo Esquilo para a criação das bases em Governador Valadares e Uberaba, em maio, e o reforço da unidade em Montes Claros. 

A da cidade do Leste de Minas terá uma aeronave da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). O atendimento será priorizado nas regiões do Vale do Rio Doce, Jequitinhonha e Mucuri. 

O helicóptero a ser enviado para a implantação da unidade em Uberaba e o que irá reforçar o atendimento em Montes Claros são do Corpo de Bombeiros. 

O empenho das aeronaves ficará sob a responsabilidade do Comando de Aviação (Comave), órgão criado para centralizar e otimizar o gerenciamento da frota aérea do Estado.