Famílias de baixa renda que vivem na zona rural das regiões Norte e Nordeste do Estado, afetadas pela estiagem, serão beneficiadas com cisternas e doação de caixas d’água. Ontem, o governador Fernando Pimentel assinou ordem de serviço para a instalação dos equipamentos, ao custo total de R$ 27,8 milhões.

Serão instaladas 1.606 cisternas de placas (com 16 mil litros cada) para o consumo humano e 1.387 do tipo telhadão multiuso (25 mil litros), que auxiliam na produção agroalimentar. Os contratos com as entidades responsáveis pela implantação desses equipamentos incluem a capacitação técnica e a formação dos beneficiários sobre a gestão da água.

Além disso, 492 caixas d’água serão entregues a 123 cidades. O município receberá quatro unidades, com capacidade para atender até 20 famílias. 

Os investimentos das cisternas são de R$ 18,5 milhões. Os recursos fazem parte do programa Água Para Todos, executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor) e pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste (Idene) em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social.

Já o montante das caixas d’água soma R$ 9,3 milhões, somente de verba estadual. 
 
BENEFÍCIOS 
Fernando Pimentel destacou que, em meio a crise financeira, o governo tem conseguido fazer a gestão do Estado.  Segundo ele, apesar do dinheiro escasso, os recursos estão sendo bem empregados. “Está sendo aplicado naquilo que precisa ser, que melhora a vida do povo de Minas Gerais, que os prefeitos apontam quando a gente conversa com eles”, comentou.

Para o deputado estadual Paulo Guedes, a entrega de uma cisterna ou caixa d’água contribui para melhorar a vida das pessoas que moram em áreas de escassez hídrica. Ele diz que muitas delas, sem acesso ao recurso, teriam que abandonar as moradias por falta de água.

“Sabemos que o Estado tem passado por dificuldades, mas já recebemos grandes benefícios do governo. Muitas vezes ganhamos um carro ou uma caixa d’água. Pode parecer pouco, mas para municípios pequenos como os nossos isso é muito importante, garante água de qualidade aos nossos distritos”, completou o prefeito de Mutum, no Leste de Minas Gerais, João Batista Marçal. 
 
AÇÕES
De acordo com o governador Fernando Pimentel, a implantação das cisternas e das caixas d’água atende a uma demanda da população levantada durante os debates dos Fóruns Regionais de Governo. 

Desde 2015, já foram instaladas outras 8.989 cisternas de polietileno, com um investimento de R$ 49,8 milhões, abrangendo 8.289 famílias em 41 municípios. Ainda foram implantadas 183 cisternas de placas de consumo em duas cidades.

Investimentos nas Cisternas somam R$ 18,5 milhões, recursos do programa Água Para Todos, executado em parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Social e o sistema Sedinor/Idene. Para as caixas d’água serão
R$ 9,3 milhões, somente de verba estadual