Criado em 2012 pela determinação da jovem professora Ranara Feres, que resolveu implantar um time de Rugby feminino em Montes Claros, o “Terremoc” deu seus primeiros passos para se estabelecer e por aqui ficar. De lá para cá foram muitas conquistas, dentre elas a participação da equipe masculina na Taça Tupi de Rugby, em 2014, equivalente a Copa do Brasil no futebol, e ostentando um honroso 5º lugar entre os melhores do país.

Com o incentivo do técnico neozelandês Glen Townshend, que praticamente ensinou todos os fundamentes aos atuais atletas, a equipe brilhou nas participações efetivas no Campeonato Mineiro em quase todas as suas edições entre 2013 e 2015. O rúgbi é o esporte mais popular da Nova Zelândia, onde se encontram os campeonatos e ligas mais consistentes.

Após o retorno de Townshend para o seu país natal, a equipe foi dirigida por jovens lideranças do esporte em nossa região: Pedro Emanuel, Gabriel “Fox”, Wendel Guilhoto, Thiago Lacerda e agora o jovem Gabriel Pereira, mais conhecido como “Abu”, tentam manter viva a chama do Rúgbi norte mineiro. E as notícias não poderiam ser melhores. Além da busca de novos talentos, o time recebeu seu aval para criar uma Liga Norte Mineira do esporte.

Gabriel “Abu” revelou como surgiu a idéia. “A Federação Mineira passou a ter uma nova direção desde a metade do ano passado e com isso, uma nova visão sobre o esforço que tem sido feito pelas equipes do interior para participarem dos campeonatos. Montes Claros se localiza fora dos demais eixos de disputa do Rúgbi, como o Triângulo e o Sul de Minas e com isso, surgiu a possibilidade da criação da Liga Norte Mineira de Rugby para fomentar a disputa do esporte nessa parte do estado”, explica Abu.

RESULTADOS 
Nas duas vezes que participou da Liga Triângulo de Rugby, o Montes Claros teve resultados efetivos e importantes. O time foi vice-campeão em 2014 e terceiro colocado em 2015 disputando com equipes que tem mais de 15 anos de criação. Segundo Gabriel Abu, esse foi um dos principais motivos da Liga Norte Mineira ter sido colocada nos planos da Federação.

“Estamos em fase de negociações e um dos principais pedidos da Federação Mineira tem sido para que desenvolvamos o esporte com categorias de base em nossa região. Certamente o ano de 2018 será de intenso trabalho em cima disso. Nosso planejamento já está fechado e queremos conquistar um espaço importante no desenvolvimento do Rúgby na região norte mineira”, finaliza Abu.

O time continua realizando treinamento nas terças e quintas no campo da Lafarge, a partir das 21h. Aos sábados, os treinos são abertos na Praça de Esportes a partir das 16h, com acesso gratuito.