O papel de protagonismo não estará com Cruzeiro e Atlético nesta 35ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, que pode ter o Corinthians campeão e o Atlético-GO matematicamente rebaixado à Série B do ano que vem. De toda forma, dentro dos seus objetivos nesta reta final de competição, os dois rivais podem dar passos importantes.

Com o Cruzeiro já garantido na Copa Libertadores do ano que vem, por causa do título da Copa do Brasil, as quatro rodadas finais do Brasileirão valem muito mais para o Atlético, que ainda não tem vaga na competição sul-americana assegurada.

E ela pode ficar mais perto ou mais distante após o confronto de hoje à noite, contra o Vasco, às 21h45, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

O time carioca, com 49 pontos, três a mais que o Galo, é concorrente direto e isso faz com que o time de Oswaldo de Oliveira entre em campo sem poder perder.

Menos mal que os desfalques serão bem menores se comparado ao que aconteceu no empate por 2 a 2 com o Bahia, domingo passado, na Fonte Nova, quando o Atlético não teve cinco titulares, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel, Adilson e Fred, e três reservas que jogariam, Felipe Santana, Cazares e Clayton, por suspensão ou contusão.

Em São Januário, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Adilson e Fred voltam ao time. Mas a grande aposta é mesmo em Robinho, autor de dois belos gols em Salvador.

Aliás, sob o comando de Oswaldo de Oliveira, em quatro jogos fora de casa pela Série A, Robinho marcou seis gols. Ele só não balançou a rede na derrota de 3 a 1 para o Santos, no último dia 4, na Vila Belmiro.

Se vencer o Vasco hoje e contar pelo menos com um empate do Bahia diante do Santos, amanhã, na Fonte Nova, o Galo assume a oitava posição da Série A, a primeira antes do grupo que garante vaga na Libertadores do ano que vem.
 
TESTES
O jogo da Fonte Nova interessa também ao Cruzeiro. Isso porque o time de Mano Menezes, que busca a melhor colocação possível neste Brasileirão, assume o quarto lugar se vencer o Avaí, hoje, às 19h30, no Mineirão, e contar pelo menos com um empate do Santos diante do Bahia.

No confronto desta noite, o treinador cruzeirense segue fazendo os testes que prometeu para essa reta final de Brasileirão, já pensando na próxima temporada. A maior novidade deve ser o aproveitamento do lateral-direito Galhardo, que faz sua estreia no clube depois de mais de quatro meses se recuperando de lesão no joelho direito.

O volante Henrique volta de suspensão na vaga de Lucas Silva. Na zaga, Murilo cumpre suspensão e Léo volta ao time formando dupla com Manoel ou Digão.